Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Entraves

Governo do Reino Unido quer impedir que Sphere de Londres seja cancelada; entenda

Desde 2018 existe o projeto de construir uma segunda unidade da Sphere, que estreou em Las Vegas com show do U2; moradores apontaram problemas na obra

Sphere de Las Vegas (Foto: Ethan Miller/Getty Images)
Sphere de Las Vegas (Foto: Ethan Miller/Getty Images)

Com a estreia da Sphere, casa de shows e eventos tecnológica que tem a maior tela LED do mundo, em Las Vegas, Estados Unidos, surgiu um projeto para construir uma segunda unidade em Londres, Reino Unido, mas o prefeito, Sadiq Khan, engavetou. No entanto, segundo informações do The Standard, o governo do país quer pressionar para as obras acontecerem.

Os planos para a Sphere incluem capacidade para 21.500 pessoas, e a equipe por trás é a mesma de Las Vegas: Madison Square Garden Entertainment Corp (MSG). Se o projeto acontecer e for finalizado, ele se tornará a maior casa de shows do Reino Unido.

+++LEIA MAIS: Las Vegas Sphere teria dado prejuízo de US$ 98,4 milhões; entenda

Em novembro de 2023, o presidente da Câmara de Londres bloqueou o projeto, e justificou a decisão pelo “impacto negativo inaceitável” que teria sobre os residentes. Os moradores da região na qual seria a Sphere mostraram preocupação com tensões na infraestrutura local e riscos para a saúde.

Além disso, o comitê ambiental da Assembleia de Londres alertou para os níveis de luz inaceitáveis ​​que seriam produzidos pelo local – com o produto final previsto para ter cerca de 1 milhão de lâmpadas LED no exterior. Como The Standard relatou, o deputado Michael Gove ordenou uma pausa de seis semanas, enquanto considera apelar à decisão do presidente da Câmara.

+++LEIA MAIS: Como funciona MSG Sphere Arena, casa de show em formato imersivo de esfera que U2 estreou

O departamento de Gove trabalha para instruir Khan a não descartar propostas de planejamento por meio de uma carta à London Legacy Development Corporation. Isto pediria ao Presidente da Câmara que "considerasse se deveria ordenar, ao abrigo da secção 77 da Lei do Planejamento Urbano e Rural, que o pedido lhe fosse remetido para determinação."

O Secretário de Estado proíbe a Autoridade de Planejamento Local de implementar a orientação do prefeito de 20 de novembro de recusar a permissão.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!