Green Day irá apresentar o Guns N' Roses no Hall da Fama do Rock

Cerimônia no dia 14 de abril contará com nomes como Chris Rock, Chuck D e Carole King, entre outros

Andy Greene Publicado em 03/04/2012, às 18h07 - Atualizado às 18h25

Green Day
AP

Agora há um mistério a menos por trás da entrada do Guns N' Roses para o Hall da Fama do Rock: o Green Day irá fazer o discurso de anunciação do grupo. Enquanto Slash, Duff McKagan, Steven Adler e Matt Sorum confirmaram presença na cerimônia do dia 14 de abril em Cleveland, os integrantes Axl Rose, Izzy Stradlin e Dizzy Reed ainda não deixaram claro se comparecerão. Se Rose não aparecer, é improvável que o grupo se apresente - e não se sabe se o Green Day irá tocar no lugar deles.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O Green Day se junta a um grupo estelar de mestres de cerimônias que estão escalados para o evento. Chris Rock irá apresentar o Red Hot Chili Peppers; Bette Midler para Laura Nyro; Chuck D para os Beastie Boys; ZZ Top para Freddie King; Carole King para Don Kirshner; John Mellencamp para Donovan e Steve Van Zandt para os Small Faces/Faces. Robbie Robertson também estará lá para indicar Cosimo Matassa, Tom Dowd e Glyn Johns, e Smokey Robinson irá indicar os Blue Caps, Comets, Crickets, Famous Flames, Midnighters e o Miracles, sua antiga banda.

A possibilidade de uma reunião do Guns N' Roses no Hall da Fama do Rock intrigou os fãs da banda por muitos anos. Eles não tocam com Adler desde 1990, e Rose não se apresenta com Slash desde 1993. As atuais turnês de Rose contam com uma nova formação do Guns N' Roses, apesar de em anos mais recentes McKagan e Stradlin terem se apresentado com o grupo em algumas raras ocasiões.

"Todo mundo fica me perguntando o que vai acontecer [no Hall da Fama]", contou Slash à Rolling Stone EUA no início desta semana. "E eles sabem tanto quanto eu sei. Eu sinto que você é obrigado a estar presente e eu adoraria tocar, mas é algo que não irá acontecer por qualquer que seja a razão." A relação entre Rose e Slash continua, para resumir, desgastada. "Ele tem ódio mortal de mim", diz Slash. "É muita coisa diferente; eu nem sei direito. Não há comunicação entre nós. Eu falo com Duff e Steven, mas quando se refere ao velho Guns N' Roses, não tem realmente ninguém que tome decisões."