Guitarrista do Rammstein diz que a morte do rock é culpa do hip-hop entediante

Em entrevista, Richard Z. Kruspe contou que a vantagem do rock é a "conexão sônica e visual entre a banda e a plateia"

Redação Publicado em 11/12/2018, às 07h48

None
Show do Rammstein na primeira edição do Download Festival, em Paris (Foto:Julien Reynaud/APS-Medias/Sipa USA)

Em entrevista ao site Revolver, Richard Z. Kruspe, guitarrista da banda de metal Rammstein, disse que o culpado pela morte do rock é o hip-hop, e que "infelizmente, guitarras não incomodam mais" e "os jovens não sabem mais a sensação de colocar suas músicas de rock favoritas para tocar para incomodar os pais".

Segundo o músico, tudo hoje gira em torno do rap, gênero que, para ele, não oferece a mesma "conexão sônica e visual entre a banda e a plateia", como em um show de rock. "Se eu vou a um festival e vejo um grupo de rap se apresentando, fico entendiado".

O Rammstein ficou conhecido por suas apresentações performáticas envolvendo figurinos elaborados e extravagantes, cenários super-produzidos e macabaros e, principalmente, um elevado grau de pirogafia e explosões.

A banda alemã está trabalhando em um sucessor para o álbum Liebe Ist Für Alle Da, lançado em 2009, e tem turnê agendada para 2019.