Hitler e Marx em mangá

Minha Luta e O Capital se transformam em histórias em quadrinhos no Japão

Da redação Publicado em 06/12/2008, às 12h22

A editora japonesa East Press lança até o final do ano dois clássicos livros da história mundial em mangá (os quadrinhos japoneses). São eles: Minha Luta, de Adolf Hitler, e O Capital, de Karl Marx. Um representa o totalitarismo das primeiras décadas do século XX, outro é a bíblia do socialismo utópico, concebido um século antes.

Ambas as obras saem por um selo que reconta clássicos da literatura mundial no formato mangá. Minha Luta, proibido em diversos países do mundo, entre eles a própria Alemanha, é editado normalmente no Japão, país aliado de Hitler na Segunda Guerra Mundial.

Cada um dos mangás terá uma tiragem total de 30 mil exemplares, em média dez vezes maior do que as tiragens dos atuais álbuns de quadrinhos de luxo lançados no Brasil.

A East Press também já oficializou os primeiros lançamentos baseados em romances de 2009: Os Miseráveis, de Victor Hugo, e O Desespero Humano - Doença até a Morte, de Soren Kierkegaard.