A Viagem perde 40 minutos depois de passar por censura na China

Todas as cenas de nudez foram excluídas pela Administração Estatal Chinesa para Rádio, Cinema e Televisão (SARFT)

Redação Publicado em 23/01/2013, às 15h13 - Atualizado às 16h09

A Viagem
Divulgação

A Viagem, filme dos sempre ousados diretores Tom Tykwer, Andy Wachowski e Lana Wachowski, sofreu ao passar pelo crivo da Administração Estatal Chinesa para Rádio, Cinema e Televisão (SARFT), órgão que avalia e censura obras que são exibidas nos cinemas da China. O longa, de 172 minutos, no original, teve 40 deles cortados, segundo a agência France Press.

Crítica: A Viagem faz uma cama de gato com o tempo e o espaço.

A imprensa local se manifestou recentemente criticando a censura quando os cortes feitos em 007 – Operação Skyfall frustraram o público. No caso de A Viagem, parte do material excluído diz respeito a cenas de nudez.

Enquanto isso, a pirataria, que é bastante praticada na China, garante que os chineses vejam a versão original, que já foi baixada milhares de vezes.