Ian McShane pode ser vilão do quarto Piratas do Caribe

Ator está em negociação para interpretar Blackbeard; longa-metragem estreia em 2011

Da redação Publicado em 23/02/2010, às 11h39

Ian McShane levou um Globo de Ouro, em 2005, por atuação na série Deadwood (2004), da HBO

Ver Galeria
(2 imagens)

Mais um nome foi citado para fazer parte do elenco de Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides. Desta vez, o ator Ian McShane (Deadwood) está em negociação com os estúdios Disney para viver o vilão Blackbeard no quarto filme da franquia Piratas do Caribe, segundo informou nesta terça, 23, o site da revista The Hollywood Reporter.

Se tudo der certo, ele vai se juntar a Johnny Depp, como o vilão que o Capitão Jack Sparrow terá que enfrentar durante sua busca pela Fonte da Juventude. O verdadeiro nome do pirata Blackbeard é Edward Teach, capitão do barco Queen Anne's Revenge. A história é baseada em On Stranger Tides, livro de 1988 escrito por Tim Powers.

Ian McShane, 67 anos, é conhecido por atuar mais em séries de televisão, como Deadwood, transmitida de 2004 a 2006 no canal HBO. Em 2005, sua atuação lhe rendeu o Globo de Ouro de melhor ator. Mais recentemente, McShane emprestou sua voz para alguns filmes de animação. Em Kung Fu Panda (2008), ele é a voz do personagem Tai Lung. Em Coraline (2009), interpreta a voz de Mr. Bobinsky.

Mais sobre a sequência

No último fim de semana, em pronunciamento à imprensa sobre Alice no País das Maravilhas, Johnny Depp aproveitou para falar sobre o quarto filme da saga Piratas do Caribe. O ator confirmou que Orlando Bloom, que interpretava Will Turner, e Keira Knightley, a mocinha Elizabeth Swann, não retornarão à franquia.

A atriz espanhola Penélope Cruz também foi recentemente cotada para o elenco e, ao que tudo indica, deve substituir Knightley. Geoffrey Rush deve retornar como o vilão Barbossa, mas nada foi confirmado por Depp.

Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides, de Rob Marshall (Nine e Chicago), será filmado em julho, no Havaí, e tem estreia prevista para 20 de maio de 2011.