Lollapalooza 2013: Iggor Cavalera apresenta projeto eletrônico Mix Hell ao lado da esposa

Mistura de batidas da DJ Laima Leyton com banda tem momentos altos nos solos do baterista

Lucas Reginato Publicado em 31/03/2013, às 16h53 - Atualizado às 17h45

Mix Hell no Lollapalooza

Ver Galeria
(3 imagens)

Não é fácil explicar o que é o Mix Hell, que se apresentou na tenda Perry na tarde deste domingo, 31. Mas é de fundamental importância saber que é um projeto de Iggor Cavalera. Por mais que não seja visualmente a figura central, é ele o foco das atenções.

De sua bateria, Cavalera exibe sua já conhecida habilidade. Dentro da tenda a barulheira era por vezes confusa, o que talvez fosse intenção da banda, mas as batidas eletrônicas ofuscavam o músico em momentos em que seguia uma linha mais básico, sem firulas. A mistura de sons pré-gravados de guitarra com baixo e bateria tocados ao vivo às vezes contribui para a confusão.

São os solos de Cavalera os momentos de mais brilho da apresentação. A esposa dele, a DJ Laima Leyton, trabalha também como vocalista no projeto – embora, com o microfone baixo, tenha função mais importante nos momentos de comandar a plateia do que quando efetivamente canta.

O Mix Hell não encontrou público muito numeroso. Mesmo ao fim do show do Foals, no palco ao lado, a tenda ficou longe de estar cheia. Também o horário não era o de maior concentração de pessoas, mas as que ficaram se mostraram bastante satisfeitas. Cerca de 15 minutos antes do previsto, o trio se despediu, declarou amor a São Paulo e foi bastante aplaudido.