Inéditas do Sex Pistols?

John Lydon sugere que a banda pode se reunir e compor novo material

Da redação Publicado em 07/01/2011, às 17h37

John Lydon diz que se imagina compondo novamente com o Sex Pistols
Reprodução/Site oficial

Desde o término do Sex Pistols, no final da década de 70, a banda já se reuniu diversas vezes. Em todas essas ocasiões, o vocalista John Lydon (também conhecido como Johnny Rotten) e companhia apenas realizaram shows com faixas antigas e covers, mas isso pode estar prestes a mudar. Em uma entrevista ao site Stereogum, Lydon sugeriu que existe a possibilidade de o grupo se juntar mais uma vez (a última foi em 2008) - e agora ele estaria disposto a compor materiais novos ao lado de seus colegas pioneiros do punk.

Lydon ficou empolgado com o sucesso da reunião de sua outra banda, o Public Image Ltd, o que teria servido como incentivo para uma possível reunião do Sex Pistols. "Para mim, não existiria Public Image Ltd se não fosse pelos caras do Pistols, então, me sinto suscetível às necessidades deles. Se eles quiserem que eu saia em turnê com eles, ficaria feliz de fazer isso... até três semanas, quando não estaria mais feliz", brincou. "É assim que funciona, você esquece as brigas e os ódios pessoais com o tempo, até que algo acontece, como uma turnê, e aí lembra de tudo outra vez." Ainda assim, ele diz que considera escrever novas músicas com seus ex-companheiros: "Por ter conseguido reagrupar o PiL e por estar com um bom pique para compor, consigo agora olhar para o passado e me imaginar compondo com eles também".

Com pouco tempo de história, o Sex Pistols existiu apenas entre 1975 e 1978 e produziu somente um disco de estúdio, Never Mind the Bollocks, Here's the Sex Pistols, de 1977. Em 1979, Sid Vicious, o baixista problemático da banda, cometeu suicídio, meses depois de ter sido suspeito de assassinar sua namorada, Nancy Spungen.