Jatos particulares de Elvis Presley podem arrecadar até US$ 15 milhões em leilão

"Lisa Marie" e "Hound Gog II" não podem mais voar

Redação Publicado em 03/01/2015, às 11h00

Elvis Presley
Divulgação

A famosa casa de leilões Julien's Auctions anunciou nesta sexta-feira, 2, que dois aviões particulares usados por Elvis Presley serão leiloados em uma disputa com lances fechados e a expectativa é de que arrecadem entre US$ 10 milhões (R$ 26 milhões) e 15 milhões (R$ 40 milhões).

50 anos sem o mito Marilyn Monroe.

Elvis comprou o Convair 880 da Delta Air Lines em 1975, dois anos antes de morrer, aos 42 anos, por US$ 250 mil. A aeronave foi batizada como "Lisa Marie", como forma de homenagear a filha.

Já imaginou como seriam John Lennon e Marilyn Monroe totalmente tatuados?

O avião "Lisa Marie" foi reformado por Elvis, que gastou mais de 300 mil dólares para colocar um quarto, uma sala de reuniões, bar e sistema de videotape na aeronave. Com as cores vermelho, branco e azul, o jato leva a sigla "TCB" - "Takin' Care of Business" [cuidando dos negócios] na cauda.

Os cabelos mais icônicos do mundo da música.

Enquanto isso, o Lockheed Jetstar com capacidade para dez passageiros batizado de "Hound Dog II", também em 1975, foi comprado por Elvis por cerca de 900 mil dólares, enquanto ele aguardava pela reforma do "Lisa Marie".

Os aviões, que não podem mais voar, ficaram expostos para visitantes em Graceland, a propriedade que abriga o espólio de Elvis em Memphis, no estado norte-americano de Tennessee, nas últimas três décadas.

Músicos que interpretaram músicos em filmes e séries.

O vencedor do leilão também terá a opção de adquirir vários hectares adjacentes a Graceland para expor os aviões independente do museu de Elvis.

O acordo entre Graceland e os atuais proprietários das aeronaves, cujas identidades não foram reveladas, vencerá no final de abril.