Jay-Z quer unir hip-hop e jazz na trilha sonora de O Grande Gatsby

Rapper busca trazer a música que inspirou F. Scott Fitzgerald para uma roupagem mais contemporânea no filme protagonizado por Leonardo DiCaprio

RJ Cubarrubia Publicado em 15/03/2013, às 12h42 - Atualizado às 18h33

Jay-Z
AP

Jay-Z está entrando na Era do Jazz: ele está criando e produzindo música para a próxima adaptação de O Grande Gatsby, de F. Scott Fitzgerald. De acordo com um comunicado reproduzido pela agência Reuters, o rapper pretende unir o hip-hop contemporâneo com o jazz da época. O músico foi apresentado para o diretor Baz Luhrmann por Leonardo DiCaprio, que protagoniza a produção.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

“A questão para mim, em se tratando de Gatsby, é como induzir a plateia ao mesmo nível de excitamento e urgência cultural pop que Fitzgerald conseguiu? E, atualmente, a energia do jazz é captada pelo hip-hop”, disse Luhrmann, que conheceu Jay-Z enquanto ele gravava “No Church in the Wild”, do disco disco Watch the Throne, parceria dele com Kanye West.

“Assim que eu falei com Baz e Leonardo, eu sabia que este era o projeto certo”, disse o rapper. “O Grande Gatsby é um clássico americano que introduziu a extravagância, decadência e ilusão.”

Jay-Z também está trabalhando com o compositor e colaborador de longa data de Luhrmann, Craig Armstrong, e o supervisor musical Anton Monsted. A colaboração do rapper entrará na trilha feita por Armstrong.

O Grande Gatsby, que estreia no dia 10 de maio nos Estados Unidos (e dia 14 de junho, no Brasil) traz DiCaprio como Jay Gatsby, Tobey Maguire como o narrador Nick Carraway e Carey Mulligan como Daisy Buchanan.