J.K. Rowling estuda escrever “versão do diretor” para dois livros da série Harry Potter

Escritora inglesa entende que duas publicações da saga não puderam ser lapidadas por falta de tempo

redação Publicado em 26/09/2012, às 11h39 - Atualizado às 11h51

J. K. Rowling
AP

J.K. Rowling está lançando seu primeiro livro para adultos, “The Casual Vacancy”, distante de Harry Potter, mas a volta e meia o assunto volta ao bruxo de óculos que a levou ao posto de estrela da literatura infanto-juvenil mundial. Em papo com a inglesa BBC, a escritora admitiu que cogita a possibilidade de voltar a escrever sobre o universo do personagem. “Dois livros de Harry Potter precisavam de mais um ano”, disse.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

“Eu tive que escrever correndo e, em alguns momentos, foi muito difícil”, continuou a escritora. “E eu os li e pensei: ‘Deus, talvez eu volte a eles para uma versão do diretor’. Mas eu não sei.”

Foram sete livros lançados entre 1997 e 2007. Dentro desse período relativamente curto (pouco mais de um ano entre cada publicação), Rowling entende que fez o melhor que pode para dar sequência à história. Mesmo que não da forma ideal para ela. “Você sabe de uma coisa, eu sou muito orgulhosa de escrever sob aquelas condições. Ninguém nunca saberá o quão duro era em alguns momentos.”

A escritora se mostra tranquila com o lançamento de “The Casual Vacancy”, que chega ao Brasil em dezembro, simplesmente porque o sucesso da saga do bruxo a coloque numa posição de “não tem nada para provar”. “Não num sentido arrogante”, completou. “Harry Potter me liberou verdadeiramente num sentido de que a única razão de escrever é: se eu realmente tenho algo que eu quero dizer, eu publicarei”.

E Rowling, agora, pretende seguir para um novo público: as crianças. “Crianças um pouco mais jovens do que aquelas de Harry Potter. “Eu tenho um livro para crianças que eu realmente gosto.”