J.K. Rowling revela que quase matou Ron Weasley

Ela contou que estava em um momento difícil e considerou eliminar o personagem “só de maldade”

Redação Publicado em 01/11/2011, às 11h03 - Atualizado às 11h21

J.K. Rowling teria algumas ideias bem diferentes para o fim de Harry Potter, segundo jornalista
AP

O que seria de Hermione e Harry Potter sem a presença de espírito e a amizade de Ron Weasley, o ruivo que completa o trio de heróis criados por J.K. Rowling? Foi por pouco que eles – e os fãs - não tiveram que descobrir, segundo o site do jornal The Guardian. Em uma entrevista concedida ao ator Daniel Radcliffe, que interpreta Harry Potter nos filmes, a autora declarou que considerou seriamente eliminar o personagem. A entrevista estava sendo realizada para os extras do DVD de Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 - “é um alívio poder contar essas coisas”, comentou ela.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

A autora explicou que sua ideia inicial nunca foi matar nenhum dos integrantes do trio de protagonistas. Porém, lá pelo meio da série, ela estava em um momento difícil da vida e pensou seriamente em matar Ron “só de maldade”. “Mas, do fundo do coração, apesar de ter mesmo considerado, acho que não teria ido em frente com esse plano.”

Nas comunidades dedicadas aos fãs da saga Harry Potter a notícia repercutiu bastante. Afinal, Rowling nunca se mostrou tímida em tirar a vida de personagens amados pelo público, somo Sirius Black e Alvo Dumbledore.