Joseph Arthur prepara disco de tributo a Lou Reed; ouça "Walk On The Wild Side" na voz do cantor

Cantor e compositor era amigo de Reed e fez versões acústicas para as músicas dele no álbum Lou

Rolling Stone EUA Publicado em 02/03/2014, às 10h39

O guitarrista foi líder do lendário Velvet Underground e se manteve carreira solo nos últimos anos.
Paulo Duarte / AP

No começo do ano, o cantor e compositor Joseph Arthur se viu enfiado no estúdio de casa, sentindo saudades da turnê que acabara de terminar e apreensivo a respeito do último show tributo para seu amigo Lou Reed, que morreu em outubro do ano passado. “Eu fui quase sem querer ir”, ele escreve. “Estava cansado de lamentar a morte dele e achava que já tinha passado, mas na verdade, o luto pra valer estava apenas começando”.

Galeria: Imagens de momentos da vida de Lou Reed.

As palavras de Arthur vêm da nota no encarte de sua nova coletânea, Lou, um disco de tributo que conta com a interpretação dele para 12 canções de Lou Reed. Agora é possível ouvir a versão de Arthur para o provável maior clássico de Reed, “Walk On Wild The Side”. À primeira audição, ela pode soar um pouco esquisita, devido à falta do característico baixo em slide, mas fazendo da faixa uma balada ao piano, Arthur dá uma sensação adequada da nostalgia dos anos jovens e selvagens de Reed. Ouça “Walk On Wild The Side” na versão de Arthur:

Depois de fazer uma versão de “Coney Island Baby”, Arthur decidiu gravar o resto de Lou, usando uma única regra: gravar sem bateria e sem eletricidade. “A única maneira que eu sei de dar vida nova a algo tão rico quanto as músicas e gravações de Lou é dando uma abordagem completamente diferente”, ele escreveu. Arthur, que produziu o álbum, manteve o processo o mais simples possível, tentando não superar as originais (“impossível”, ele diz), mas descobrindo coisas novas nelas.

Galeria: Lou Reed - 20 músicas essenciais da lenda do rock

“É estranho divagar sobre a morte, e mais estranho ainda se a morte sobre a qual você está divagando é de uma lenda”, Arthur escreve no encarte. “Você nunca sabe o que é apropriado ou não, o que compartilhar e o que guardar para você. Não há um plano. Eu amei Lou e fomos amigos. A última coisa que eu quero é fazer é usar a vida dele como uma oportunidade, mas ao mesmo tempo, que melhor maneira de honrar o homem e sua música do que celebrá-la, cantá-la e gravá-la?”

Lou tem data de lançamento marcada para o dia 13 de maio.