Pulse

Joss Stone volta ao Brasil para três shows com música inspirada no país na bagagem

Cantora passará por São Paulo, Brasília e Recife nos dias 11, 13 e 15 de março, respectivamente

Lucas Borges Publicado em 10/03/2015, às 12h34 - Atualizado às 14h28

Joss Stone no festival Best of Blues
André Velozo/Divulgação

Nem mesmo a própria Joss Stone sabe dizer quantas vezes se apresentou no Brasil. “Estive no Brasil várias vezes, não sei o número exato, não sei nem quantas vezes eu vim à Argentina, estou aqui agora e não tenho ideia, foram duas, três, quatro vezes...”, disse a ocupada cantora à Rolling Stone, no sábado, 7, por telefone, na véspera de um show da turnê Joss Stone Total World Tour, em Buenos Aires.

Cubana Lena Burke abrirá shows de Joss Stone no Brasil.

A nova passagem da britânica pelo país, contudo, tem uma diferença fundamental. Além de tocar em São Paulo, em 11 de março, em Brasília, dia 13, e em Recife, dois dias depois, desta vez ela quer realmente conhecer a terra pela qual faz questão de manifestar simpatia e que, inclusive, influenciou “The Answer”, uma das faixas do próximo disco, Water To Your Soul, o sétimo dela, a ser lançado em 2015.

Festival Best of Blues-2014 destacou o carisma de Joss Stone e as surpresas no repertório de Jeff Beck.

“Normalmente o que acontece é que você faz um show, dorme, acorda e viaja. Faz outro show, entra no avião, desce, toca de novo e assim vai. Quando saímos em turnê não estamos de férias, não saímos para bares, para ver lugares, viajar, ter um dia de sol. Mas essa turnê é diferente porque eu escolhi ter um tempo em que eu colaboro com um artista, visito uma instituição de caridade em cada país, isso significa que eu posso ver um pouco mais do que de costume.”

“É a primeira vez em que eu terei a chance de visitar o Brasil de verdade. Já fui para o topo daquela montanha no Rio para ver Jesus Cristo com os braços abertos, foi bem legal, mas muito turístico e aquilo não é o Brasil.”

Joss, de fato, tem pouco interesse em lugares comuns, o que fica ainda mais claro pelo cronograma dos shows dela. A artista fez questão de incluir no roteiro espetáculos em destinos raros no caminho de celebridades da música. No ano passado, ela esteve no Lesoto, Suazilândia e Líbano e, em 2015, depois do Brasil, irá ao Paraguai, à Bolívia e à Guatemala.

Sucesso há mais de uma década, a diva de 27 anos não gosta de antecipar o repertório das apresentações antes de subir ao palco. De “Super Duper Love (Are You Diggin' on Me?)” a “Jet Lag”, e de “Tell Me What We’re Gonna Do Now” até os hits com a banda SuperHeavy, da qual fez parte com Mick Jagger, Damian Marley, Dave Stewart e A.R Rahman, não faltam opções.

Da abrasileirada “The Answer”, por exemplo, o máximo que os espectadores paulistas, brasilienses e pernambucanos podem descobrir é através dos comentários da cantora.

“Essa canção tem uma batida brasileira, também possui muitas influências que certamente foram inspiradas pelo país, temos um baterista que trabalhou nisso e é bastante educado em música brasileira. São as influências dele, você teria que perguntar para ele, ele estudou por anos, eu gosto, mas não estudei”, limita-se a dizer Joss, antes de, sensibilizada pela insistência da reportagem, prometer fazer um esforço pelo público local.

“Hummmm, acho que não vou tocar ‘The Answer’, é que estamos com uma banda tão pequena... Mas, olha, vou tentar fazer algo.”

Joss Stone em São Paulo

Dia 11 de março, quarta-feira, às 21h30

Citibank Hall - Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro.

Ingressos: de R$ 90 a R$ 400 (há opção de meia-entrada)

Compra: na bilheteria da casa, no site Tickets for Fun e nos pontos de venda (lista aqui)

Joss Stone em Brasília

Dia 13 de março, sexta-feira, às 21h30

Net Live - SHTN, Trecho 2, Quadra 5, Bloco A - Asa Norte

Ingressos: de R$ 130 a R$ 250 (há opção de meia-entrada)

Compra: na central de ingressos do Brasília Shopping e no site Ingresso Rápido

Joss Stone no Recife

Dia 15 de março, domingo, às 20h

Chevrolet Hall - Avenida Agamenon Magalhães, s/n, Salgadinho.

Ingressos: de R$ 180 a R$ 350 (há opção de meia-entrada)

Compra: na bilheteria da casa, no site Tickets for Fun e nos pontos de venda (lista aqui)