Kanye West recebe US$ 3 milhões para tocar em festa de presidente do Cazaquistão

Rapper foi criticado por aqueles que consideram Nursultan Nazarbayev um ditador

Redação Publicado em 02/09/2013, às 11h31 - Atualizado às 11h33

Kanye West
Julio Cortez / AP

Kanye West foi até Almaty, maior cidade do Cazaquistão, neste fim de semana. O rapper foi convidado por Nursultan Nazarbayev, presidente do país, para fazer show na festa de casamento de seu neto e recebeu para isto a quantia de US$ 3 milhões.

Galeria: as dez maiores brigas da história do rap

A apresentação foi criticada nas redes sociais, principalmente porque há quem considere o presidente do Cazaquistão um ditador por ter criado leis de monitoramento da internet e ainda ter se envolvido em casos de corrupção.

Mas Kanye está longe de ser o primeiro astro internacional a se envolver em polêmica do tipo. Neste ano, Jennifer Lopez foi até Turquemenistão para se apresentar no aniversário do presidente Gurbanguly Berdymukhamedov, que também não é bem visto pela comunidade internacional. Dias depois a cantora se desculpou e afirmou que não sabia das violações aos direitos humanos que aconteciam no país.