Kendrick Lamar lança o aguardado DAMN., com participações de Rihanna e U2

O disco, que dá sequência ao elogiado To Pimp a Butterfly (2015), já está disponível nas plataformas de streaming

Redação/Rolling Stone EUA Publicado em 14/04/2017, às 10h32 - Atualizado às 12h07

Capa do disco DAMN. de Kendrick Lamar

Ver Galeria
(3 imagens)

"Y'all got 'til April the 7th to get your shit together”, vociferou Kendrick Lamar no seu single surpresa “The Heart Part 4”, e o rapper não estava de brincadeira. Nesta sexta, 14, Lamar lançou o aguardado disco DAMN., que dá sequência ao elogiado To Pimp a Butterfly (2015).

O álbum conta com 14 faixas, com Rihanna, que participa em uma música chamada “LOYALTY.”, e U2, que aparece em “XXX.”, como os únicos colaboradores creditados. DAMN. também tem contribuições de James Blake, Kaytranada e BadBadNotGood.

Apesar de “The Heart Part 4” não estar incluída na tracklist de DAMN., Lamar recentemente divulgou o single “HUMBLE.”, produzido por Mike Will Made-It, que está entre as canções escolhidas para fazer parte do disco. “HUMBLE.” chegou ao segundo lugar das paradas norte-americanas e foi o single de hip-hop mais bem colocado desde 2010.

Após o lançamento de To Pimp a Butterfly, Lamar retornou às sessões de gravação do trabalho para untitled unmastered, uma coleção de oito faixas criadas ao longo dos três anos entre o debute de Lamar em uma grande gravadora, good kid, m.A.A.d. city, e To Pimp a Butterfly.

LEIA TAMBÉM

Kendrick Lamar fala sobre o “urgente” e espiritual próximo disco dele

[Lista] Melhores Discos Internacionais de 2016: Untitled Unmastered

[Vídeo] Assista o clipe cheio de simbolismos de "HUMBLE." de Kendrick Lamar

Lamar também começou a participar mais em canções de outros artistas, contribuindo em singles pop desde de Taylor Swfit, Maroon 5, Sia, the Weeknd e Beyoncé até faixas de Frank Ocean, A Tribe Called Quest, Thundercat e Danny Brown.

Em uma recente entrevista à New York Times’ T Magazine, Lamar discutiu a sequência de To Pimp a Butterfly, dizendo que o disco é “muito urgente”.

“Eu acho que agora, do jeito instável que as coisas ficaram nos últimos meses, meu foco vai voltar à minha comunidade e às outras comunidades ao redor do mundo, onde eles estão fazendo o trabalho fundamental”, ele disse. “To Pimp a Butterfly estava falando sobre o problema. Estou em um lugar agora em que eu não estou mais falando do problema. Estamos em uma época em que excluímos um grande componente dessa coisa chamada vida: Deus. Ninguém fala sobre isso porque quase entra em conflito com o que está acontecendo no mundo quando você fala sobre política e governo e o sistema.”

Essa veia religiosa foi evidenciada em “HUMBLE.”, outro single surpresa que Lamar lançou sem aviso. Diferentemente de “The Heart Part 4”, que foi lançada apenas em áudio, a faixa produzida por Mike Will Made-It chegou acompanhada de uma produção audiovisual, um clipe que indicou que a música faria parte de um projeto de grandes proporções.

Ouça DAMN. abaixo.