Kubrick faria 80 anos neste sábado

Diretor de Laranja Mecânica e 2001: Uma Odisséia no Espaço faria aniversário neste sábado. Confira trajetória do cineasta aqui

Por Artur Tavares Publicado em 26/07/2008, às 12h27 - Atualizado às 19h13

Cena de 2001: Uma Odisséia no Espaço. Stanley Kubrick faria 80 anos neste sábado
Reprodução

Se estivesse vivo, o cineasta norte-americano Stanley Kubrick completaria neste sábado, 26, oitenta anos. Morto por um ataque cardíaco em 1999, o diretor é um dos mais aclamados do cinema, por filmes como Laranja Mecânica, Nascido para Matar e 2001: Uma Odisséiano Espaço.

Kubrick trabalhou em uma série de diferentes gêneros durante sua vida. No começo da carreira fez um filme de guerra, Glória Feita de Sangue, um épico, Spartacus e a adaptação cinematográfica de Lolita, romance de Vladimir Nabokov. Em 1964 lançou Dr. Fantástico, com o comediante Peter Sellers no papel principal.

Após finalizar Dr. Fantástico, Kubrick ficou cinco anos produzindo 2001: Uma Odisséia no Espaço. O diretor co-escreveu o roteiro com Arthur C. Clarke, autor da obra literária. Livro e filme foram lançados simultaneamente.

A ficção científica apresentou os mais desenvolvidos efeitos especiais da época. Kubrick e sua equipe criaram naves espaciais e objetos comuns, imaginando como eles se seriam no futuro. A mesma técnica de efeitos do filme foi usada na criação de outras produções, entre elas Alien ou Star Wars. 2001: Uma Odisséia no Espaço venceu um Oscar por seus efeitos especiais.

Em 1971, filmou um clássico da contracultura, Laranja Mecânica. A história mostra uma gangue de jovens que assalta, estupra e agride por diversão e anarquia. Seu líder, Alex, é capturado, e sofre lavagem cerebral.

Quando chegou aos cinemas estadunidenses, Laranja Mecânica foi censurado para menores de 21 anos. No Brasil, só foi liberado pela ditadura em 1979. O pior caso foi no Reino Unido. Em 1971, Kubrick e sua família haviam sido ameaçados de morte por ele ter filmado a história baseada na obra de Anthony Burgess. A produção foi proibida, e exibida novamente no país só em 2000, após a morte do cineasta.

Seguiu com Barry Lyndon, de 1975. Ambientada no século XVIII, a produção foi toda filmada com luz ambiente por câmeras ultra-velozes, desenvolvidas originalmente para a NASA.

Ganhou quatro prêmios Oscar: direção de arte, fotografia, design de figurino e trilha sonora (que foi tocada durante a gravação das cenas). Até hoje, é difícil encontrar um figurino tão fiel em filmes históricos como o de Barry Lyndon, embora haja exemplos como Amadeus, de Milos Forman (1984); e Maria Antonieta, de Sophia Coppola (2006). Neste último, o design das roupas da côrte da última rainha francesa antes da Revolução foi feito por Milena Canonero, a mesma que trabalhou para Kubrick em Barry Lyndon.

Em 1980 fez o terror O Iluminado, com Jack Nicholson no papel do caseiro do Hotel Overlook, Jack Torrance. Durante a temporada que passa com a família, fantasmas começam a assombrá-lo, enquanto seu filho manifesta um dom sobrenatural.

Na composição de cenários, Kubrick deu a cada cômodo do hotel uma arquitetura e estilo diferentes; fez um rio de sangue sair de dentro de um elevador e filmou da frente de um triciclo infantil. Stephen King, autor do livro, não gostou e o refilmou como uma minissérie em cinco capítulos nos anos 90.

Após sete anos, lançou Nascido para Matar, sobre a guerra do Vietnã. A história, dividida em duas partes, mostra o treinamento de Joker e sua companhia dos EUA, além de sua ação no país asiático. Foi seu penúltimo filme.

Em 1999, terminou a produção de De Olhos Bem Fechados, com Tom Cruise e Nicole Kidman nos papéis de um casal que passa por uma intriga sexual e uma conspiração política. Quatro dias após exibir o filme para sua família, amigos e para os executivos da Warner Bros., morreu em 7 de março.

Após sua morte, Steven Spielberg filmou Inteligência Artificial, projeto que Kubrick nutriu por muitos anos, mas nunca chegou a realizar. O diretor ainda teria projetos de uma biografia de Napoleão e também uma história sobre nazistas, ambientada na Segunda Guerra Mundial.