Lauryn Hill é processada por ex-guitarrista de sua banda

Jay Gore afirma que a cantora lhe deve mais de US$ 20 mil em salários, além de alegar maus tratos

Por Matthew Perpetua Publicado em 09/08/2011, às 15h05

Lauryn Hill em show em abril de 2011, no festival Coachella
AP

Lauryn Hill está sendo processada por um ex-integrante de sua banda, que afirma que a cantora se recusou a pagar milhares de dólares de salário devido. Jay Gore, guitarrista que tocou com a cantora em uma turnê pela Europa realizada em 2007, declara que Lauryn lhe deve US$ 23,6 mil (aproximadamente R$ 37,7 mil), e ainda exige uma quantia extra de US$ 20 mil (R$ 32 mil) por danos morais. A informação é do site TMZ.

Além de afirmar que a cantora não lhe pagou o que devia, no processo Gore também acusa a cantora de criar um ambiente hostil aos seus companheiros de trabalho em turnê. Depois dos shows, "Lauryn Hill exigia que os músicos e a equipe participassem de reuniões em que ela criticava e repreendia cada um", diz o guitarrista.

Nicholas Andrea, advogado de Jay Gore, espera que outros músicos que já trabalharam com a cantora deem apoio ao processo. "Acreditamos que há outros músicos que tenham sido maltratados pela senhorita Lauryn Hill de maneira semelhante, e que estejam relutantes em lutar por seus direitos. Esse processo também dá voz a eles", disse Andrea ao TMZ.