Lego perde patente de bloquinhos

Principal produto da fabricante de brinquedos pode se transformar em exclusividade da concorrente Mega Brands

Da redação Publicado em 14/11/2008, às 17h37

Uma corte européia decidiu nesta sexta-feira que a Lego não detém a patente dos bloquinhos coloridos de montar, produto que marcou a infância de milhões de crianças em todo o mundo.

Desde 1999 a fabricante de brinquedos dinamarquesa luta pelo direito de produzir os bloquinhos, mas a empresa canadense Mega Brands reivindica a patente por ser a primeira a ter entrado com o recurso na justiça, com seu produto Mega Blocks.

Todo o problema gira em torno dos encaixes dos tijolinhos, aqueles círculos salientes que ficam no topo dos blocos coloridos. A Lego afirma que o encaixe é apenas uma praticidade, enquanto a Mega Brands afirma que este é um diferencial, que merece uma patente própria.

A Lego ainda pode apelar em última instância para a Corte Européia de Justiça, maior órgão judiciário de toda a União Européia.