Leia a carta emocionada que Tupac Shakur escreveu a Chuck D, do Public Enemy

"Você tem uma importância muito grande no que eu faço hoje", escreveu o rapper da prisão

Rolling Stone EUA Publicado em 24/06/2014, às 20h20 - Atualizado às 20h47

Tupac Shakur - galeria
Reprodução/Facebook oficial

Chuck D postou no Twitter uma carta que Tupac Shakur escreveu a ele detalhando o respeito que sentia pelo MC do Public Enemy. “Carta de Pac”, ele escreveu no Twitter. “Mas vocês tinham que ter visto a minha.”

Tupac Shakur ganha versão animada e fala sobre a vida e a morte: “Eu nunca fecho meus olhos”.

Shakur inicia a carta, escrita em setembro de 1995, explicando o quanto admirava o músico do Public Enemy e o quanto a carta de apoio de Chuck foi importante para ele. “Em turnê com você, aprendi muito sobre o que você faz e como você o faz”, escreveu Shakur. “Pode ser difícil de perceber, mas você tem uma importância muito grande no que eu faço hoje.”

Em seguida, Tupac oferece a Chuck oportunidades de colaborar com ele, citando um programa no qual queria incluir Chuck (apesar de não deixar claro o que seria o programa), e um papel em um filme. “Eu ficaria honrado se você participasse da quarta faixa do meu próximo álbum, Euthanasia”, escreveu. “A faixa se chama ‘Da Struggle Continuez’. Também contará com a participação de Sista Souljah, se Deus quiser. Me avise.”

Na época em que escreveu a carta, Shakur estava preso em Nova York depois de ser condenado em primeira instância por dois casos de assédio sexual por contato físico não consentido. Ele mencionou conseguir que a justiça o deixasse pagar fiança (ele tinha feito a apelação), e que esperava já estar em liberdade quando Chuck lesse a carta.

“Eu acabei de assinar com a Death Row, então devo trabalhar neste álbum em breve”, ele escreveu. “Mais uma vez, obrigado, Chuck! Acredito que possamos fazer a diferença, e tenho intenção de fazer exatamente isso. Continue firme!”

Shakur trocou o nome do seu quinto álbum para All Eyez on Me, que não contou com a participação de Chuck D ou de Sister Soujah. No mesmo ano, ele lançou sob o nome Makaveli o disco The Don Killuminati: The 7 Day Theory, que terminou dias antes de ser assassinado. Não se sabe se "Da Struggle Continuez" chegou a ser gravada. O rapper saiu da prisão menos de um mês após ter escrito a carta e morreu pouco menos de um ano depois.