Lindsay Lohan e suas polêmicas inspiram comédia

A sátira Dogs in Pocketbooks, protagonizada pela modelo Lydia Hearst, contará a história de uma jovem estrela de Hollywood que vive em clínicas de reabilitação e perseguida pelos paparazzi

Da redação Publicado em 28/12/2010, às 14h45

Lindsay Lohan e sua vida conturbada inspiram comédia

Ver Galeria
(2 imagens)

A vida de Lindsay Lohan já foi mais do que documentada pelos jornais, revistas e tabloides. Seus escândalos, internações em clínicas de reabilitação e os problemas com a justiça alimentam a imprensa de fofoca desde que ela era bem novinha, mas agora servirão também como inspiração para uma comédia, de acordo com informações do jornal New York Post.

Dogs in Pocketbooks será protagonizado pela modelo Lydia Hearst, filha de Patricia Campbell Hearst e herdeira do império Hearst, um dos maiores do ramo da comunicação. Segundo o roteirista da trama, Charles Casillo, Lydia irá interpretar "uma deusa meio mimada do cinema que entra e sai da reabilitação, com problemas com a lei e perseguida por agentes gananciosos, paparazzi predatórios, 'stalkers' malucos e a mídia enlouquecida", revelou. Casillo ainda comentou que passou bastante tempo escolhendo a atriz certa para a sátira, mas achou Lydia perfeita: "Ela é uma das poucas modelos que sabem, de fato, atuar. Ela é inteligente, culta, encantadora e muito bonita. Testamos muitas atrizes para o papel e eu fiquei realmente impressionado [com ela]".

Porém, apesar de tratar com humor de todos esses problemas que Lindsay já enfrentou, o roteirista explica que a ideia não é caçoar da artista e de suas tragédias, pelo contrário, é mais uma sátira a respeito das pessoas que a cercam e com a obsessão que há, hoje em dia, com celebridades.

A atriz Joan Collins (da série Dynasty) também está escalada, ela encarna uma agente poderosa no filme, que começará a ser rodado em fevereiro de 2011.

No mês passado, as internações de Lindsay Lohan na reabilitação custaram à atriz o papel de Linda Lovelace na cinebiografia da atriz pornô, conforme informou este site.