Madonna e Lady Gaga podem ser processadas por violação de leis russas

Cantoras não estavam com o visto correto quando fizeram shows no país em 2012

Rolling Stone EUA Publicado em 02/08/2013, às 12h08 - Atualizado às 13h18

Galeria – Músicos e Estilistas – Madonna
AP

Madonna e Lady Gaga podem enfrentar processos na Rússia por violar termos de visto para entrar no país. As cantoras estavam possibilitadas a entrar no país para “intercâmbio cultural”, segundo noticiou o jornal The Guardian, o que não permite atividades comerciais como fazer shows.

Benfeitores da música: dez artistas que dedicam tempo e dinheiro a causas humanitárias.

Autoridades russas afirmam que Madonna, que se apresentou no país em agosto de 2012, e Gaga, que passou por lá em dezembro, tinham vistos que “não conferem ao portador o direito de se envolver em qualquer atividade comercial”. Promotores estão considerando as opções e entraram em contato com o Ministério para Questões Exteriores e com o Serviço Federal de Migração para processar Madonna e Gaga.

Os trabalhos das celebridades antes da fama.

O escritório da promotoria russa iniciou investigação depois de uma reclamação de Vitaly Milonov, um legislador de São Petersburgo autor da controversa lei antigays, criticada por Madonna durante passagem pelo país. Lady Gaga também é defensora dos direitos da comunidade LGBT.

Oito coisas que já sabemos sobre ARTPOP, novo disco de Lady Gaga.

Promotores russos pensam agora sobre questões futuras como as próximas turnês de artistas estrangeiros e o turismo atraído pela Olimpíada de Inverno no ano que vem. “Nenhum artista, circo ou exibição vai vir aqui se o escritório da promotoria multar alguém agora”, disse Yevgeny Finkelstein, executivo da empresa PMI media, à agência RIA Novosti.