Manu Gavassi fala sobre disco GRACINHA na Rolling Stone Sessions: 'Foi libertação de todas as amarras'

A cantora Manu Gavassi detalhou processo de criação do álbum visual GRACINHA, o quarto de estúdio de sua carreira; confira entrevista

Redação Publicado em 10/12/2021, às 13h45 - Atualizado às 14h51

None
Manu Gavassi (Foto: divulgação)

A cantora Manu Gavassi, ex-participante do programa Big Brother Brasil, acaba de lançar o seu quarto disco de estúdio, GRACINHA, com produção de Lucas Silveira (Fresno), que chegou às plataformas digitais em 12 de novembro. 

O processo de criação do álbum visual GRACINHA ocorreu entre 2020 e 2021, após Manu Gavassi se manter distante das redes sociais para focar no projeto sem distrações. Em participação na Rolling Stone Sessions, a cantora detalhou mais sobre o trabalho, que, para ela foi "uma libertação de todas as amarras."

Foi uma libertação de todas as amarras, inclusive das minhas. Eu percebi que eu era muito presa às coisas que eu ouvia sobre mim a respeito da minha aparência e da minha voz. Esses comentários ficaram arquivados no fundo do meu ser e percebi que gravando com o Lucas Silveira eu tinha várias crenças limitantes na hora de fazer minha música."

A artista de 28 anos prosseguiu: 

O 'x' da questão de GRACINHA foi não me julgar e não estar a par das expectativas dos outros a meu respeito porque assim eu trabalho mais livremente. E, mais do que isso, não deixar as minhas amarras me aprisionarem." 

Na conversa com Ademir Correa, Manu Gavassi também afirmou que o álbum visual GRACINHA foi feito para agradar a própria cantora, porque, segundo ela, "quando você se agrada primeiro, as pessoas veem verdade nisso porque é verdadeiro e isso toca as pessoas de verdade."

Foi uma experimentação também. Eu até brinco que o álbum visual foi o meu TCC, pois tudo o que eu aprendi nos últimos anos eu coloquei em prática," completou. 

Confira abaixo a entrevista com Manu Gavassi na Rolling Stone Sessions