Mary J. Blige e o marido são processados por não pagar empréstimo de US$ 2,2 milhões

Esta não é a primeira vez que a cantora enfrenta processos jurídicos por questões financeiras

Redação Publicado em 30/11/2012, às 12h16 - Atualizado às 12h20

AP

Mary J. Blige e o marido encaram um processo movido pelo Signature Bank, que alega que eles não pagaram de volta um empréstimo de US$ 2,2 milhões, segundo informou a agência Reuters.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

De acordo com documentos preenchidos na corte de Nova York, o banco está exigindo o pagamento do valor inicial e mais US$ 58 mil. O julgamento diz que Blige e Martin Isaacs pegaram o empréstimo em outubro de 2011 e deveriam ter pago até julho deste ano.

Nenhum assessor da cantora se pronunciou oficialmente sobre o assunto, nem tampouco seu advogado.

Anteriomente, neste ano, Blige esteve envolvida em outra disputa financeira quando sua instituição de caridade, a Foundation for the Advancement of Women Now, enfrentou processos pelo não pagamento de duas contas. Um grupo de 30 artistas alegou que após tocarem em evento da instituição em maio de 2011 receberam cheques sem fundo. A FFAWN também foi processada pelo TD Bank, que afirmou que a organização não pagou um empréstimo que deveria ter sido resolvido no final de 2011.