Michael Jackson é acusado de ter agredido macaco

Bubbles hoje tem 35 anos e vive na Flórida

Redação Publicado em 01/02/2019, às 13h14

None
Michael Jackson (Foto:AP Photo/Cliff Schiappa)

Um dos principais primatologistas do mundo (sim, esse é o nome de quem estuda os primatas) revelou recentemente que Michael Jackson teria agredido Bubbles, seu macaco de estimação que o músico teve enquanto estava vivo.

Dame Jame Goodall acredita que o animal recebeu socos na cara e chutes no estômago durante o período em que morou com o astro no racho Neverland.

Jackson adotou Bubbles no fim dos anos 1980. O animal se tornou um parceiro quase que inseparável, acompanhando o cantor em suas viagens ao redor do mundo.

O macaco supostamente vivia uma vida luxuosa, mas a especialista contou que, durante uma de suas visitas para examinar o animal, notou indícios da agressão e, ao expora a teoria, o músico teria ficado muito irritado.

Ela não o acusa diretamente de ser responsável pelas agressões, mas Jack Gordon, ex-marido de La Toya, irmã de Michael, já havia revelado que viu pessoalmente o músico batendo no animal.

Bubbles ainda está vivo, e aos 35 anos, vive na Flórida, Estados Unidos.