Morre a "pantera" Farrah Fawcett

Atriz, que há três anos lutava contra um câncer, faleceu nesta quinta-feira, 25, aos 62 anos

Da redação Publicado em 25/06/2009, às 17h42

Farrah Fawcett, atriz da série televisiva de As Panteras, nos anos 70, faleceu aos 62 anos na manhã desta quinta-feira, 25. A atriz, que há três anos foi teve diagnosticado um câncer retal, teve complicações em um hospital em Santa Monica, na Califórnia, e acabou não resistindo ao tratamento.

Por volta de maio deste ano, a situação da atriz havia piorado, deixando-a quase impossibilitada de sair da cama em sua residência. O ator Ryan O'Neal, marido de Fawcett desde meados da década de 80, foi quem acompanhou a evolução da doença de perto e manteve-se ao lado da atriz em todos os momentos.

Ryan O'Neal, com quem a atriz se relacionava desde os anos 80 (o casal se separou no final da década de 90; voltaram em meados de 2006), produziu, ao lado dela, o documentário Farrah's Story. O filme, feito especialmente para a TV (foi exibido em 15 de maio nos Estados Unidos, na NBC) mostra o tratamento de Fawcett.

Apesar de iniciar timidamente a carreira como atriz em filmes pouco conhecidos, Fawcett teve sua estreia com o longa Myra Breckinridge, em 1970. Três anos depois, se casou com o ator Lee Majors (do filme e da série Six Million Dollar Man, de 1978). Foi em 1976 que a atriz ganhou a atenção do público - em especial o masculino - ao posar vestida com um maiô vermelho para um pôster do fotógrafo Bruce McBroom. A imagem, que rendeu fama e elogios à Fawcett, teve cerca de 12 milhões de cópias vendidas no ano em que foi lançado e se tornou a sensação da época.

Nesse período, a estrela colhia os frutos da carreira como modelo. Foi no mesmo ano do estouro como "sex symbol de vermelho" que Fawcett recebeu o convite para se juntar ao elenco de As Panteras, sob direção de Aaron Spelling. A atriz integrou a primeira temporada - ao lado de Kate Jackson e Jaclyn Smith - como Jill Munroe. Depois do último episódio, Fawcett resolveu abandonar o projeto porque estava insatisfeita com o contrato e logo foi substituída por Cheryl Ladd.

Depois de desistir da série, a carreira de Fawcett estagnou. e teve algumas atuações em filmes como Saturn 3 (1980) e The Cannonball Run (1981). Em 1982, a atriz de separou de Majors e engatou o romance com O'Neal . Dois anos depois ganhou o papel principal no filme The Burning Bed, feito para a TV. A produção teve Fawcett interpretando uma mulher vítima de abusos do marido, e rendeu indicações a prêmios como Emmy e Globo de Ouro para a atriz.

Em aparições mais recentes ao público, a estrela chegou a posar nua para a revista Playboy, em 1995, e atuou ao lado de Richard Gere em Dr. T e As Mulheres (2000).

A atriz, natural de Corpus Christi, no Texas,teve um filho, Redmond, de 24 anos, com O'Neal (o ator pediu-a em casamento há dois dias), que cumpre mandato de prisão na Califórnia por repetidas acusações de posse de drogas.