Morre Leon Cakoff

Crítico e idealizador da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo morreu aos 63 anos nesta sexta, 14, em decorrência de um câncer no cérebro

Redação Publicado em 14/10/2011, às 13h32 - Atualizado às 14h01

Leon Cakoff
Foto: Reprodução/Still

O crítico e diretor de cinema Leon Cakoff morreu no início da tarde desta sexta, 14, aos 63 anos de idade. Ele lutava desde de dezembro do ano passado contra um melanoma, câncer que originou uma metástase e chegou ao cérebro. Cakoff ficou conhecido como o idealizador e fundador da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, criada em 1977.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Cakoff morreu por volta das 13h no Hospital São José, em São Paulo. De origem síria, o cineasta veio para o Brasil aos oito anos de idade e começou a carreira de crítico de cinema aos dezenove, escrevendo para os jornais Diário da Noite e Diário de São Paulo. Após uma viagem para o Festival de Cannes em 1971, teve a inspiração para criar, em 1977, a 1ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que em 2011 chega à sua 35ª edição a partir da próxima sexta, 21.

Entre os filmes com sua participação, destacam-se Volte Sempre, Abbs, dirigido em parceria com sua esposa, Renata de Almeida. O longa-metragem falava sobre a vinda do cineasta iraniano Abbas Kiarostami a São Paulo, para fazer parte do júri da 22ª Mostra de Cinema. Bem-Vindo a São Paulo, uma homenagem em 17 episódios com direção de vários cineastas, também foi um dos seus trabalhos mais importantes. Seu último trabalho foi Mundo Invísivel, que retratava a volta de Cakoff à terra natal de seus país, a Armênia.