Morre o pianista de jazz George Shearing

Aos 91 anos, o músico foi vítima de insuficiência cardíaca congestiva

Da redação Publicado em 15/02/2011, às 11h07

O pianista de jazz George Shearing, que morreu aos 91 anos
AP

A agência de notícias Reuters informou que o arranjador e pianista de jazz George Shearing morreu na última segunda, 14, em Nova York. Aos 91 anos, ele foi vítima de insuficiência cardíaca congestiva.

Shearing, que nasceu cego, deixa um legado de mais de 300 composições, que incluem o clássico "Lullaby of Birdland", gravado por grandes vozes, como Ella Fitzgerald e Sarah Vaughan (veja o músico em ação no vídeo abaixo).

Seu agente de longa data, Dale Sheets, declarou: "É uma grande perda para o mundo do jazz. George era uma homem absolutamente maravilhoso, assim como era um talento maravilhoso e uma pessoa ímpar".

O pianista, que era de Londres, mas morava em Nova York há muito anos, começou a carreira aos 16 anos, ainda no Reino Unido, tocando em um pub. Mais tarde, integrou um grupo composto só por artistas deficientes visuais.

Quando se mudou para os Estados Unidos, formou um quinteto e gravou a canção "September in the Rain", que o levou ao sucesso internacional e fez com que sua carreira decolasse. Ao longo de sua trajetória, trabalhou ao lado de nomes como o trio Montgomery Brothers, Nat King Cole e Peggy Lee.