Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Morre Olivia Newton-John, de 'Grease', aos 73 anos

A trágica notícia foi confirmada por John Easterling, marido da renomada atriz

Redação Publicado em 08/08/2022, às 17h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Olivia Newton-John (Foto: Divulgação) e pôster de Grease (Foto: Divulgação)
Olivia Newton-John (Foto: Divulgação) e pôster de Grease (Foto: Divulgação)

Olivia Newton-John, a eterna Sandy Olsson, de Grease - Nos Tempos da Brilhantinha, morreu nesta segunda-feira, 08, aos 73 anos. A trágica informação foi confirmada pelo TMZ e, ao veículo, o marido da atriz, John Easterling, afirmou que ela faleceu em paz.

A causa da morte da renomada artista ainda não foi revelada, mas sabe-se que Olivia foi diagnosticada com câncer de mama em 1992. Ainda de acordo com o TMZ, a atriz partiu cercada por familiares e amigos, em seu rancho no sul da Califórnia, nos Estados Unidos.

+++LEIA MAIS: John Travolta e Olivia Newton-John revivem papéis de Grease pela primeira vez em 41 anos

A página oficial da atriz no Facebook confirmou as tristes informações:

Olivia tem sido um símbolo de triunfo e esperança por mais de 30 anos compartilhando sua jornada com o câncer de mama”, escreveu a página. “Sua inspiração de cura e experiência pioneira com plantas medicinais continua com o Olivia Newton-John Foundation Fund, dedicado à pesquisa de plantas medicinais e câncer.”

A carreira de Olivia começou em 1971, mas seu nome passou a ser conhecido mundialmente apenas anos mais tarde, quando ela protagonizou Grease - Nos Tempos da Brilhantina. Contracenando com John Travolta, a atriz tornou-se uma estrela internacional e, em 1981, lançou o sucesso 'Physical'.

+++LEIA MAIS: Olivia Newton-John cultiva cannabis para tratamento contra câncer; entenda

Olivia lutava contra o câncer de mama há mais de 30 anos. Algum tempo depois do diagnóstico, a doença chegou a entrar em remissão, mas voltou duas vezes, em 2013 e 2017. Apesar da batalha constante, a atriz decidiu concentrar muito de seu tempo e energia ao ativismo ambiental e à defesa dos direitos dos animais.