Música “Sweet Caroline”, de Neil Diamond, tem aumento de vendas após atentado em Boston

Canção é usada pelo time de beisebol da cidade, o Boston Red Sox, e teve um aumento de 597%, na semana passada

Rollign Stone EUA Publicado em 25/04/2013, às 09h52 - Atualizado às 11h06

Neil Diamond
AP

A música “Sweet Caroline”, de Neil Diamond, teve um aumento nas vendas na última semana, após a explosão das bombas na Maratona de Boston, em 15 de abril. Foi um crescimento de 597%, com 19 mil cópias vendidas, de acordo com a Nielsen SoundScan. A informação é da agência Associated Press

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

A faixa de 1969, dedicada a Caroline Kennedy, curiosamente não menciona a cidade de Massachusetts, mas é uma das músicas-tema do time de beisebol Boston Red Sox, que passou a tocá-la no estádio Fenway Park há uma década. Outras equipes, como New York Yankees, Los Angeles Dodgers, Toronto Raptors, entre outras, tocaram “Sweet Caroline” em seus jogos, depois do atentado.

O próprio Neil visitou o Fenway no último sábado, 20, para cantar “Sweet Caroline” com os fãs do Red Sox no primeiro jogo do time em sua cidade desde os ataques. Ele também está trabalhando em uma nova composição, parcialmente inspirada no bombardeio.

“Estou escrevendo e, obviamente, sou afetado pela situação em Boston. Então, estou escrevendo sobre isso apenas para conseguir expressar-me”, disse ele à Rolling Stone EUA. “É com se tudo estivesse infestado. Eu estrou escrevendo sobre a situação em geral, não apenas sobre as bombas em Boston, mas sobre tudo pelo qual passamos com essas tragédias – os tiroteios e assim por diante.”