Músicos têm mais chance de morrer antes da hora

Pesquisadores estudaram a vida de mais de 1000 músicos, de Elvis a Eminem

Artur Tavares Publicado em 04/09/2007, às 00h00 - Atualizado em 11/09/2007, às 20h31

A inglesa Amy Winehouse: candidata a cobaia
Reprodução/BBC

De acordo com uma pesquisa da Universidade John Moores, de Liverpool, na Inglaterra, músicos famosos têm o dobro de chances de morrer prematuramente do que pessoas comuns.

A pesquisa, publicada na revista Journal of Epidemiology and Community Health, estudou a vida de mais de mil artistas, entre eles Elvis Presley.

Para os pesquisadores, o estresse, ligado às drogas e álcool são as principais causas das mortes prematuras de rock stars. Mais de um quarto das mortes são ligadas ao alcoolismo ou overdose.

A mais recente representante do "junkie way of like", a inglesa Amy Winehouse, ilustra nossa nota. Em sites e fóruns na internet, os fãs da moça apelam para que ela evite a overdose. Cheers!