Neil Gaiman adaptará Jornada ao Oeste para o cinema

A clássica lenda chinesa será levada às telonas em três filmes; o produtor Zhang Jizhong quer Guillermo Del Toro para dirigir

Da redação Publicado em 11/03/2011, às 13h38

Neil Gaiman irá escrever adaptação de Jornada ao Oeste
AP

O produtor chinês Zhang Jizhong, um dos maiores da TV local, contratou o premiado autor Neil Gaiman, criador da HQ The Sandman, para roteirizar a lenda Jornada ao Oeste, que deverá ser transformada em um grande épico hollywoodiano em três partes (pelo menos esse é o plano inicial). De acordo com o site da revista Variety, a adaptação para o cinema está orçada em US$ 300 milhões (algo em torno de R$ 500 milhões).

Muito popular na China, o romance mitológico, escrito por Wu Chengen na época da Dinastia Ming, conta a história do Rei Macaco, que parte em uma peregrinação até a Índia ao lado de um monge e os espíritos de um porco e um peixe. Eles buscam os escritos sagrados do budismo.

Jornada ao Oeste contará, ainda, com a consultoria de James Cameron, que emprestará seus conhecimentos tanto para o roteiro, quanto para questões tecnológicas.

Para dirigir, Zhang está considerando o nome de Guillermo Del Toro, já que ele é um amigo próximo de Gaiman. Em uma conferência, o produtor declarou: "Ele demonstrou muito interesse, mas quer ver o tratamento primeiro. Obviamente, quanto mais cultuado o diretor, mais ocupado ele é".

Sobre os investimentos, Zhang explicou que acredita que a maior porção partirá da China: "Meu desejo seria que metade do financiamento viesse da China e a outra metade de Hollywood, mas eu sei que a maior parte do dinheiro virá da China, já que agora está tão fácil conseguir financiamento aqui". O filme, que será falado em inglês, deverá ser rodado na China, onde o custo de produção é mais baixo.