Neil Young dirige doc sobre CSNY

Músico propõe debate político e mostra os bastidores de shows do Crosby, Stills, Nash & Young, grupo que integrou no fim dos anos 60

Da redação Publicado em 21/06/2008, às 13h02

O CSNY de Young: músico saiu do grupo para seguir carreira solo, enquanto os outros três integrantes seguiam com CNS
Reprodução

Neil Young dirigiu um documentário sobre a turnê de 2006 do Crosby, Stills, Nash & Young, grupo criado no final dos anos 60 de que ele fazia parte. Young assina sob pseudônimo Bernard Shakey, nome utilizado por ele em todos os seus trabalhos como diretor (Green Dale, Neil Young: Human Highway, Rust Never Sleeps e Journey Through the Past)

David Crosby, do Byrds, Stephen Stills, do Buffalo Springfield, e Graham Nash, do Hollies, completavam a formação do CSNY.

Além de mostrar a reunião do grupo, CSNY/Dejà Vu (a expressão francesa também nomeia o primeiro álbum do quarteto, lançado em 1970) trata de política - a banda levantava a bandeira da paz e era declaradamente contra a Guerra do Vietnã.

Young disse em entrevista à agência Ansa que o objetivo do filme é fazer as pessoas refletirem. "Nosso público é composto também por republicanos, democratas, independentes. Nós estimulamos o debate entre eles. Na base da turnê e do filme estava a idéia de fazer as pessoas pensarem". O veterano ainda declarou que "o momento em que a música podia mudar o mundo já passou".

O documentário foi realizado com a ajuda do jornalista Mike Cerre, que atuou com oficial da Marinha dos EUA no Vietnã e correspondente internacional no Iraque e no Afeganistão.