Nick Carter diz que sua família o culpou pela morte da irmã, vítima de overdose

O Backstreet Boy deu uma entrevista no programa do Dr. Phil na qual também falou sobre seu vício em álcool e drogas

Redação Publicado em 26/09/2013, às 10h21 - Atualizado às 12h45

Pré-venda para shows dos Backstreet Boys no Brasil começa nesta quinta, 9
Reprodução/MySpace oficial

Nick Carter deu uma entrevista exclusiva ao programa de Dr. Phil na qual falou sobre seu vício em álcool e drogas e da perda da irmã, que morreu ano passado. Segundo o Backstreet Boy, sua família o culpou pela morte da irmã

Ele contou que começou a fumar maconha aos 15 anos. Depois, passou a tomar o analgésico Vicodin e ecstasy. Em 2008, quando foi diagnosticado com um problema cardíaco, ele passou a se cuidar.

"Fiz essa escolha naquele momento e disse: ‘Não quero mais ser esta pessoa’. Você precisa encontrar aquele momento na sua vida – esse momento de clareza – e se questionar: ‘É isso que você quer ser para o resto da vida ou merece mais?' Eu decidi que merecia algo melhor.”

Nick, que está com 33 anos, contou que perdeu a irmã Leslie, que tinha 25, em janeiro do ano passado por causa de uma overdose. Ele disse que se sente parcialmente culpado pela morte dela e comentou que três dos cinco irmãos Carter (ele e o também artista Aaron Carter inclusos) tiveram problemas com drogas.

"Comecei a ser acusado pelo resto da família. Eles estavam me culpando pela morte. Achei injusto, especialmente considerando tudo que fiz e continuo fazendo por eles.” Depois que Nick começou a fazer sucesso, passou a sustentar a família, mas ele afirma que gostaria de ter sido um modelo melhor para os irmãos mais novos. “Me tornei o pai, de várias maneiras, já que estava ganhando mais dinheiro que o meu pai. Eu amo minha família, mas há um certo momento em que você tem que se perguntar se está mais atrapalhando do que ajudando.”