No Doubt tira clipe do ar por ofensa à população indígena

Em site oficial, banda postou mensagem de desculpas por reforçar estereótipos em vídeo de "Looking Hot"

Rolling Stone EUA Publicado em 05/11/2012, às 11h29 - Atualizado às 11h48

No Doubt
AP

O No Doubt foi forçado a tirar do ar o clipe de “Looking Hot” quase imediatamente após o lançamento, após ter sido informado que as imagens utilizadas eram ofensivas à população indígena dos Estados Unidos.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O vídeo é o segundo do aguardado álbum Push and Shove e conta com um tema de velho-oeste. Logo que colocou a filmagem no ar, na sexta, 2, o No Doubt rapidamente recebeu reclamações pelo uso de imagens que reforçam estereótipos. O vídeo foi removido do Youtube e de outros canais oficiais, mas ainda pode ser encontrado em vias não oficiais pela internet.

A banda logo publicou no sábado, 3, um pedido de desculpas em seu site:

“Como uma banda multirracial, nossa fundação foi construída sobre a diversidade e a consideração de outras culturas. Nossa intenção com o novo clipe nunca foi ofender, machucar ou trivializar os indígenas, a cultura deles ou a história. Embora tenhamos consultado amigos indígenas e especialistas da Universidade da Califórnia, nós percebemos que ofendemos algumas pessoas. Isto é uma grande preocupação para nós e removemos o vídeo imediatamente. A música que nos inspirou quando começamos como banda, e comunidade de amigos, família e fãs, é baseada em respeito, unidade e inclusão. Nós sinceramente pedimos desculpas à comunidade indígena e qualquer outra pessoa que tenha se ofendido com o vídeo. Machucar alguém desta forma simplesmente não faz parte de quem nós somos.”