O Rei do Pop em Verde Amarelo

Relembre as passagens de Michael Jackson pelo Brasil

Por Paulo Cavalcanti Publicado em 29/06/2009, às 19h14

Michael Jackson esteve no Brasil pela primeira vez em setembro de 1974, ao lado de seus irmãos do grupo Jackson 5. A banda veio para realizar apresentações em São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Foi o período final de existência do conceito original do Jackson 5, já que no ano seguinte a banda iria deixar a Motown, assinar com a Epic e depois mudar o nome para The Jacksons.

As apresentações no Brasil fizeram parte de uma turnê que também passou pelo México e outros países da América Latina. Em São Paulo, o show aconteceu no Palácio da Convenções do Anhembi, que não teve lotação esgotada. A performance foi gravada pela extinta TV Tupi. No show, o Jackson 5 apresentou hits como "I Want You Back" e "ABC" em forma de medley, além de interpretar canções de seus colegas da Motown ("Papa Was a Rolling Stone" do The Temptations, "Superstition", de Stevie Wonder).

Michael, agora em carreira solo, voltou ao Brasil em outubro de 1993, realizando duas apresentações no Estádio do Morumbi (SP), como parte da turnê do álbum Dangerous. Não foram shows memoráveis - nessa fase, o falecido Rei do Pop já tinha entrado no piloto automático. Aconteceram longos intervalos entre as músicas (para trocar de roupa ou acertar equipamentos e acessórios no palco) e a ainda rolou a velha acusação de dublagem. Ele ficou hospedado no Hotel Mofarrej e a imprensa deu plantão tentando - em vão - obter alguma imagem exclusiva do astro. No meio do circo que foi sua passagem na capital paulistana, a comitiva de Michael atropelou dois adolescentes e um deles, de 15 anos de idade, teve sua perna quebrada. Michael chegou a ir ao hospital visitar o rapaz convalescente.

Mas, em termos de balburdia midiática, nada bateu a visita seguinte de Michael. Em 1996, ele e o diretor Spike Lee estiveram aqui para gravar cenas para o vídeo da música "They Don't Care About Us". No Rio de Janeiro, as equipes do cantor e do diretor tiveram que negociar com os traficantes para gravar cenas na favela. Mas a maior parte das cenas do clipe foram captadas na Bahia, onde Michael e Spike Lee filmaram com o grupo Olodum. A presença do popstar literalmente parou a cidade e as imagens de Michael usando a camisa do Olodum fizeram com que a trupe ficasse conhecida nos quatro cantos do mundo. O vídeo, no entanto, acabou ganhando uma nova versão, com poucas imagens gravadas no Brasil.