Obra de Dona Ivone Lara é tema de exposição em São Paulo

Mostra sobre a vida e arte da Rainha do Samba fica em cartaz até 21 de junho

Redação Publicado em 15/05/2015, às 17h35 - Atualizado às 17h37

Arquivo pessoal de Dona Ivone Lara
Reprodução/ Facebook

A partir deste sábado, 16, o samba de Dona Ivone Lara ocupará o Itaú Cultural, em São Paulo. Uma exposição sobre a cantora será inaugurada para o público, na ocasião, e ficará em cartaz até o dia 21 de junho.

Exclusivo: Quarto Negro convida à imersão no segundo disco da carreira; ouça a íntegra de Amor Violento.

A abertura contará com a apresentação do grupo Samba Virado. No domingo, 17, será a vez de Tiganá Santana e Fabiana Cozza homenagearem uma das sacerdotisas do samba. Até o fim da Ocupação Dona Ivone Lara haverá atividades especiais, aos fins de semana, para quem for ao Itaú Cultural.

Psicodelia brasileira com “vocalista indiano”, Bombay Groovy prepara segundo disco.

Aos 93 anos, a sambista segue produzindo e se apresentando pelo Brasil. Madrinha da ala de compositores da Império Serrano, Dona Ivone é, para Caetano Veloso, “a coisa mais linda do país”. Órfã desde criança, a artista aprendeu com um tio a tocar cavaquinho, instrumento que a aproximou de gênios da música como Pixinguinha.

Tatá Aeroplano narra uma noite daquelas em “Amiga de Um Casal de Amigos”; ouça.

A programação completa pode ser vista aqui.

Ocupação Dona Ivone Lara

Itaú Cultural - Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Abertura: 16 de maio (sábado) até 21 de junho (domingo)

Visitação: De terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h/ Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h

Classificação indicativa: 12 anos

Entrada franca