Oscar pulverizado

Onde os Fracos Não Têm Vez levou metade das estátuas que disputava, e nenhum ator premiado é dos EUA

Da redação Publicado em 25/02/2008, às 01h54 - Atualizado às 11h44

A francesa Marion Cotillard leva a estatueta de melhor atriz por Piaf - Um Hino de Amor
AP

Onde os Fracos Não Têm Vez papou quatro das oito estatuetas a que concorria na noite deste domingo (melhor filme, melhor diretor, melhor roteiro adaptado e melhor ator coadjuvante); Sangue Negro levou duas das oito que disputava (melhor ator e melhor fotografia); Desejo e Reparação ficou com uma de sete (trilha sonora); e estátuas para cidadãos não norte-americanos foram numerosas.

Javier Bardem (espanhol), Tilda Swinton (inglesa), Marion Cotillard (francesa) e Daniel Day-Lewis (inglês) arremataram os quatro concorridos Oscars de atuação, os dois primeiros por seus papéis coadjuvantes; os últimos, como protagonistas.

Destaque para a também "outsider" Diablo Cody, ex-striper que estreou como roteirista e já levou um Oscar para casa, pelo roteiro original de Juno.

E atenção à performance de Ultimato Bourne na festa - o filme conquistou os três prêmios a que concorria: a prestigiosa estatueta de melhor montagem e um par de premiações técnicas: melhor mixagem de som e melhor edição de som.

Os vencedores em cada categoria estão em negrito:

Melhor filme

Desejo e Reparação

> Onde Os Fracos Não Têm Vez

Sangue Negro

Conduta de Risco

Juno

Melhor diretor

Julian Schnabel (O Escafandro e a Borboleta)

> Joel e Ethan Coen (Onde os Fracos Não Têm Vez)

Tony Gilroy (Conduta de Risco)

Jason Reitman (Juno)

Paul Thomas Anderson (Sangue Negro)

Melhor roteiro original

> Diablo Cody (Juno)

Tamara Jenkins (The Savages)

Brad Bird (Ratatouille)

Tony Gilroy (Conduta de Risco)

Nancy Oliver (Lars and The Real Girl)

Melhor roteiro adaptado

Christopher Hampton (Desejo e Reparação)

Sarah Polley (Longe Dela)

Ronald Harwood (O Escafandro e a Borboleta)

> Joel e Ethan Coen(Onde os Fracos Não Têm Vez)

Paul Thomas Anderson (Sangue Negro)

Melhor atriz

Julie Christie (Longe Dela)

> Marion Cotillard (Piaf - Um Hino ao Amor)

Ellen Page (Juno)

Cate Blanchett (Elizabeth: A Era de Ouro)

Laura Linney (The Savages)

Melhor ator

> Daniel Day-Lewis (Sangue Negro)

Johnny Depp (Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet)

George Clooney (Conduta de Risco)

Tommy Lee Jones (No Vale das Sombras)

Viggo Mortensen (Senhores do Crime)

Melhor atriz coadjuvante

Cate Blanchett (I'm Not There)

Amy Ryan (Medo da Verdade)

Saoirse Ronan (Desejo e Reparação)

Ruby Dee (O Gângster)

> Tilda Swinton (Conduta de Risco)

Melhor ator coadjuvante

> Javier Bardem (Onde Os Fracos Não Têm Vez)

Tom Wilkinson (Conduta de Risco)

Hal Holbrook (Na Natureza Selvagem)

Casey Affleck (O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford)

Philip Seymour Hoffman (Jogos do Poder)

Melhor fotografia

O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford

Desejo e Reparação

Onde os Fracos Não Têm Vez

> Sangue Negro

O Escafandro e a Borboleta

Melhor longa de animação

> Ratatouille

Persépolis

Tá Dando Onda

Melhor montagem

> O Ultimato Bourne

O Escafandro e a Borboleta

Na Natureza Selvagem

Onde os Fracos Não Têm Vez

Sangue Negro

Melhor direção de arte

O Gângster

Desejo e Reparação

A Bússola de Ouro

> Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet

Sangue Negro

Melhor figurino

Across the Universe

Desejo e Reparação

> Elizabeth: A Era de Ouro

Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet

Piaf - Um Hino de Amor

Melhor maquiagem

> Piaf - Um Hino ao Amor

Norbit

Piratas do Caribe: No Fim do Mundo

Melhor edição de som

> O Ultimato Bourne

Onde os Fracos Não Têm Vez

Ratatouille

Sangue Negro

Transformers

Melhores efeitos sonoros

> O Ultimato Bourne

Onde os Fracos Não Têm Vez

Ratatouille

Os Indomáveis

Transformers

Melhores efeitos visuais

> A Bússola de Ouro

Piratas do Caribe: No Fim do Mundo

Transformers

Melhor filme estrangeiro

> The Counterfeiters, de Stefan Ruzowitzky (Áustria)

Beaufort, de Joseph Cedar (Israel)

Mongol, de Sergei Bodrov (Cazaquistão)

12, de Nikita Mikhalkov (Rússia)

Katyn, de Andrzej Wajda (Polônia)

Melhor documentário

No End in Sight

Operation Homecoming: Writing the Wartime Experience

SOS Saúde

> Taxi to the Dark Side

War/Dance

Melhor documentário de curta-metragem

> Freeheld

La Corona

Salim Baba

Sari's Mother

Melhor trilha sonora original

> Desejo e Reparação

Ratatouille

Os Indomáveis

O Caçador de Pipas

Conduta de Risco

Melhor canção original

> "Falling Slowly" (Once)

"Happy Working Song" (Encantada)

"August Rush"

"So Close" (Encantada)

"That's How You Know" (Encantada)

Melhor curta-metragem

At Night

Il Suplente

> Le Mozart des Pickpockets

Tanghi Argentini

The Tonto Woman

Melhor curta-metragem de animação

I Met the Walrus

Madame Tutli-Putli

Même les Pigeons vont au Paradis

Moya Lyubov

> Peter & The Wolf