Paramount desiste de Top Gun 2 após suicídio de Tony Scott

Sequência já tinha roteirista definido mas foi descartada pelo estúdio

Redação Publicado em 07/11/2012, às 14h22 - Atualizado às 14h32

Tom Cruise em Top Gun, de 1986
Reprodução

No primeiro semestre deste ano o filme Top Gun - Ases Indomáveis foi ressuscitado pela Paramount, que resolveu realizar uma sequência para o sucesso de 1986, além de uma reedição em 3D do longa original. Mas os planos mudaram depois do suicídio do diretor Tony Scott, e a companhia resolveu cancelar a continuação.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Segundo noticiou o jornal The New York Times, o filme já vinha sendo trabalhado pelo roteirista Peter Craig e tinha Tom Cruise como provável estrela para a continuação do longa que o projetou. Já a possibilidade de Top Gun 3-D não foi descartada completamente, mas se lançada será uma espécie de homenagem a Scott.

No dia 19 de agosto, Tony Scott foi encontrado morto após cair da ponte Vicent Thomas, em Los Angeles. Em seu corpo foram encontradas altas doses de antidepressivos (Remeron) e pílulas para dormir (Lunesta). Scott também deixou notas de despedida para parentes e amigos.