Paul McCartney pode ser juntar a reunião do Nirvana em show beneficente

Segundo tabloide, ex-beatle vai tocar com Dave Grohl e Krist Novoselic em evento em prol das vítimas da tempestade Sandy

Redação Publicado em 12/12/2012, às 10h49 - Atualizado às 11h22

Paul McCartney
AP

O tabloide inglês The Sun publicou que o beatle Paul McCartney se juntará à reunião do Nirvana, como parte do estrelado line-up do show 12-12-12, que ocorre nesta quarta-feira, 12, em Nova York. No site oficial do evento, contudo, não há confirmação dessa possibilidade.

Os últimos dias: em uma entrevista longa e premonitória, seis meses antes do suicídio, Kurt Cobain, líder do Nirvana, discorre com comovente sinceridade sobre fama, paternidade e o futuro de sua banda.

De acordo com o artigo, Paul tem se reunido secretamente com Dave Grohl (bateria), Krist Novoselic (baixo) e o quarto elemento da banda Pat Smear (guitarrista). A história teria começado quando Grohl chamou o McCartney para uma “jam com uns amigos”, que, no caso, eram os antigos integrantes do Nirvana.

Paul teria dito ao Sun que não reconheceu os outros membros da banda. “E alguém sussurrou para mim: ‘Esse é o Nirvana. Você é o Kurt’. Eu não consegui acreditar.” “Eles estavam falando como era bom estar juntos novamente. Eu falei: ‘O quê? Vocês não tocaram juntos nesse tempo todo?”

Dave e Paul já eram nomes confirmados na lista de músicos que se apresentam no 12-12-12, que ainda inclui Bon Jovi, Eric Clapton, Billy Joel, Alicia Keys, Bruce Springsteen, Eddie Vedder, Roger Waters, Kanye West e The Who.

O dinheiro arrecadado durante o concerto, que será transmitido ao vivo por canais de televisão (no Brasil, MTV e Multishow, a partir das 22h30) e via internet, será destinado ao fundo Robin Hood Relief Fund, direcionado ao auxílio das vítimas da tempestade Sandy.