Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Pearl Jam retrata favela e critica violência em cartaz de show no RJ

Imagem divulgada nas redes sociais mostra aves armadas; banda toca nesta quarta-feira, 21, no Maracanã

Redação Publicado em 21/03/2018, às 15h33 - Atualizado às 21h23

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cartaz do show do Pearl Jam, de 21 de março, no Maracanã - Cartaz: Ravi Zupa
Cartaz do show do Pearl Jam, de 21 de março, no Maracanã - Cartaz: Ravi Zupa

O Pearl Jam tem a tradição de confeccionar diferentes cartazes para cada local onde toca. Nesta quarta-feira, 21, o a banda norte-americana se apresenta no estádio do Marcanã, na cidade do Rio de Janeiro, e divulgou nas redes socias um pôster do show dedicado às pessoas que moram nas favelas cariocas.

A imagem traz o desenho de aves armadas, com roupas semelhantes às de exército – a maior delas é um tucano. Elas estão com fios nos bicos que se ligam aos gatilhos das armas, prontas para efetuarem disparos. No fundo, há uma favela.

O artista do cartaz é Ravi Zupa e, em nota referente à imagem, ele explica: “Essa obra é uma homenagem ao Rio de Janeiro – em particular às pessoas da favela que, apesar da desigualdade obscena, encontram formas de construir uma cidade nas encostas dos morros.”

Sobre as aves, Zupa explica: “A inspiração para as aves veio das absurdas e não naturais criações de Hyeronimus Bosch, no século 15. Para os desenhos desse cartaz, eu me inspirei em espécie nativas do Brasil (tucano, bentevizinho-de-penacho-vermelho e arara).”

Ícones do grunge desde os anos 90, os integrantes do Pearl Jam também são conhecidos por militarem por causas ambientais, não apenas sociais. Eles, por exemplo, costumam promover o reflorestamento nos locais em que se apresentam, para neutralizar os gastos de carbono causados.

Em 2015, na passagem anterior pelo Brasil, o Pearl Jam fez uma crítica ao rompimento da barragem em Mariana, Minas Gerais, o maior acidente ambiental do país, usando também o cartaz do show no Rio de Janeiro.

O Pearl Jam não é a única atração internacional a se posicionar sobre a violência vivida no Rio de Janeiro: no último domingo, 18, durante show na Praça da Apoteose, a cantora Katy Perry prestou homenagens à vereadora Marielle Franco e ao seu motorista, Anderson Gomes, assassinados há menos de uma semana.

Além do show desta noite, o Pearl Jam se apresenta em São Paulo, no Lollapalooza, no sábado, dia 24 de março. Eddie Vedder, vocalista da banda, tem três shows solos agendados também na capital paulista, no Citibank Hall, entre 28 e 30 de março.