Peta elege Brian May, do Queen, como a personalidade do ano

O grupo de defesa dos animais escolheu o músico por sua luta contra morte de texugos

Redação Publicado em 31/12/2012, às 15h57 - Atualizado às 16h02

Brian May revela que quase cometeu suicídio após a morte de Freddie Mercury
Foto: AP

O guitarrista Brian May, do Queen, foi escolhido pelo Peta como a personalidade do ano, em 2012. O grupo de defesa dos animais (Peta significa Pessoas a Favor de um Tratamento Ético dos Animais) deu a May o título por causa do trabalho dele contra a morte de texugos. As informações são do site NME.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Os texugos estão ameaçados de extinção desde que fazendeiros ingleses receberam licença para caçá-los. A permissão foi dada para tentar reduzir a tuberculose do gado que, segundo os fazendeiros, é culpa dos texugos. May discorda: “A doença vem das vacas, não dos texugos. É uma situação muito injusta. Eles têm sido usados como bode expiatório há anos e os agricultores têm matado texugos por muitos e muitos anos", afirmou.

"Em sua luta para salvar os texugos da Grã-Bretanha, Brian nunca pensou em desistir: ele espalhou a mensagem de compaixão com os animais através de tudo o que disse, escreveu e até do que vestiu, até que o mundo sentasse e prestasse atenção. Sua tenacidade e ousadia servem de inspiração para as pessoas em todo o mundo", diz o comunicado do Peta.