PETA faz protesto contra Armani

Estilista havia prometido parar de usar peles em suas roupas; ativistas o retrataram como Pinóquio

Da redação Publicado em 07/10/2008, às 18h13 - Atualizado em 20/02/2013, às 15h08

O PETA, organização internacional protetora dos animais, fez um protesto contra o estilista Giorgio Armani em frente de uma das principais lojas de sua marca, em Milão, nesta terça-feira, 6.

Chamado de mentiroso e retratado como o personagem Pinóquio em cartazes, Armani havia prometido parar de usar peles animais verdadeiras em suas roupas, mas descumpriu sua palavra ao desfilar sua grife de outono/inverno na Semana de Moda de Milão, em fevereiro deste ano.

De acordo com o PETA, Armani financia a matança de coelhos na China. De acordo com a agência ANSA, o vice-presidente da ONG, Dan Mathews, vai começar a procurar celebridades que usam roupas Armani e tentar fazer com que elas forcem o estilista a parar de usar animais em suas coleções.