Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Tratamento de luxo

Catálogo do Pink Floyd será relançado em diversos formatos, inclusive no Brasil

Por Paulo Cavalcanti Publicado em 22/06/2011, às 18h37

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Catálago do Pink Floyd será relançado em diversos formatos - Storm Thorgerson/Divulgação
Catálago do Pink Floyd será relançado em diversos formatos - Storm Thorgerson/Divulgação

Se você é fã do Pink Floyd, então prepare-se para despender uma boa quantia em dinheiro. A discografia inteira da banda vai ser relançada no mundo inteiro pela EMI a partir de setembro, com toneladas de extras e material raro e exclusivo.

A campanha de marketing se chama Why Pink Floyd?, e o Brasil também vai entrar na rota. Por aqui, vão sair os 14 álbuns oficiais do grupo, em uma coleção intitulada Discovery. Todos serão remasterizados e sairão em formato digipack, contendo livretos inéditos. Estes discos vão ser fabricados no Brasil e disponibilizados a preço de catálogo.

The Piper at the Gates of Dawn, A Saucerful of Secrets, More (soundtrack), Ummagumma, Atom Heart Mother, Meddle, Obscured by Clouds, The Dark Side of The Moon, Wish You Were Here, Animals, The Wall, The Final Cut, A Momentary Lapse of Reason e The Division Bell: todos estes álbuns serão lançados separadamente, mas também vão ser reunidos em um box com um livro exclusivo de 60 páginas. Essa caixa deve ser importada pela gravadora - que também vai importar as chamadas Immersion Editions. São caixas luxuosas e caras, contendo múltiplos CDs e DVDs, além de livros e suvenires. Nesse caso, os discos contemplados são The Dark Side of The Moon, Wish You Were Here e The Wall. O material vai ser lançado progressivamente: The Dark Side of The Moon sai em setembro, Wish You Were Here em novembro e The Wall em fevereiro de 2012. A EMI brasileira vai importar apenas 500 peças de cada box e mesmo no exterior elas vão ganhar tiragem limitada. O preço para o Brasil ainda não está definido.

Tem mais: os três discos também ganham a Experience Edition. São edições duplas repletas de bônus e que vão ser vendidas avulsas. Para os menos exigentes ainda vai ter a coletânea The Best of Pink Floyd: A Foot In The Door. A empresa está dando tanta atenção a estes relançamentos do Pink Floyd que Giancarlo Sciama, vice-presidente mundial de marketing estratégico, vem correndo os principais mercados do planeta para apresentar o material. "Quando você fala das maiores bandas de rock de todos os tempos, coloca no mesmo fôlego nomes como Beatles, Rolling Stones, The Who, Led Zeppelin e Pink Floyd. A música deles ainda toca as pessoas de diferentes maneiras", disse o executivo em uma entrevista coletiva de imprensa realizada nesta quarta, 22, em São Paulo. "Os relançamentos vão agradar em cheio aos fãs mais radicais e colecionadores que querem material diferente. A cada dia aparecem novos fãs do grupo e acho que eles merecem ter os discos com o mais alto padrão de qualidade".

Quando questionado sobre o nome de batismo da campanha, Why Pink Floyd? (Por que Pink Floyd?), o executivo respondeu em tom de testemunho: "Eu tive a sorte de estar em Londres na apresentação de The Wall do Roger Waters quando o David Gilmour apareceu de surpresa para cantar 'Comfortably Numb'. O lugar literalmente veio abaixo, era gente se abraçando, berrando... não posso afirmar se o Pink Floyd um dia vai voltar, mas independente disso, o poder da banda não vai diminuir com o passar do tempo." Sciama afirmou que, apesar da quantidade de material que vai ser lançado em breve, o baú da banda ainda vai ser explorado no futuro: "Uma ideia é fazer uma antologia visual definitiva sobre o grupo. Seria uma compilação cronológica de clipes e vídeos, especialmente do começo de carreira, quando a banda era liderada por Syd Barrett e ainda aparecia em programas de TV, algo que abandonaram com o passar do tempo."

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!