Planeta Terra terá censura de 18 anos

Venda de bebidas alcoólicas é principal motivo para proibição; menores que compraram ingressos podem conseguir dinheiro de volta

Da redação Publicado em 03/11/2008, às 11h32

A organização do Festival Planeta Terra anunciou nesta segunda-feira, 3, que devolverá o dinheiro dos ingressos comprados por menores de 18 anos. Até a venda do terceiro lote de ingressos, não havia indicação etária impressa nas entradas, o que vem causando confusão entre os fãs.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a organização argumenta que a censura acontece porque o festival vende bebidas alcoólicas, durante a noite e em um lugar afastado da região central da cidade de São Paulo.

No Tim Festival, que aconteceu em outubro também em São Paulo, a censura permitia menores de 14 anos a entrar acompanhados. A venda de bebidas era controlada com pulseiras, dadas apenas para maiores de 18 anos.

Entre as atrações do Planeta Terra, estão o fenômeno teen Mallu Magalhães - que tem 16 anos - e as bandas indies Kaiser Chiefs e Bloc Party, com públicos majoritariamente compostos de jovens. Na última semana, os 15 mil ingressos disponibilizados para venda foram esgotados.

Em 2007, ano da primeira edição do festival, o mesmo problema de censura aconteceu, mas boa parte do público adolescente só descobriu que seria barrado quando chegou no portão de entrada da Villa dos Galpões, casa do evento.

Em São Paulo, apenas as bilheterias do Citibank Hall (Av. dos Jamaris, 213, Moema - Informações (11) 6846-6040) realizarão a devolução de ingressos.

O site da Rolling Stone procurou a organização do Planeta Terra para obter informações sobre os demais postos de troca de ingressos e saber se um novo lote de entradas será colocado à venda, mas não foi atendido.