Polysom volta a atuar no mercado de vinil

Fábrica aposta no jovem e lança discos de Pitty, Cachorro Grande, Fernanda Takai e Nação Zumbi no formato

Da redação Publicado em 03/03/2010, às 19h31

Pitty lança vinil de Chiaroscuro em show no Circo Voador (RJ), na próxima sexta-feira, 5

Ver Galeria
(4 imagens)

Depois de três anos desativada por problemas de gestão, a fábrica Polysom decidiu voltar ao mercado de vinil. Comprada pelos proprietários da Deckdisc em abril do ano passado, a única fábrica de vinis da América Latina passou por uma grande obra e já começa a operar atendendo todos os selos e gravadoras do continente.

"Não me conformava com o fato de estarmos entre os dez países que mais vendem música e simplesmente não termos uma fábrica de vinil. Então decidi assumir o risco", explicou João Augusto, proprietário da Polysom, em entrevista ao site da Rolling Stone Brasil.

No entanto, João sabe sobre as dificuldades de aquecer o mercado de vinis no país: "Temos que lutar contra o ceticismo e o alto custo dos impostos. Há uma grande batalha pela frente".

Tal otimismo ele busca, contraditoriamente, na crescente tecnologia que envolve o meio musical, acreditando "que o vinil possa ter espaço justamente pelo [fato de o] mundo estar tomado pela tecnologia. No meio disso, há ainda quem procure por romance, tradição e saudosismo". João revelou que a ideia é se voltar para os jovens.

Os primeiros lançamentos da Polysom serão quatro títulos da Deckdisc: Cinema (Cachorro Grande), Onde Brilhem os Olhos Seus (Fernanda Takai), Fome de Tudo (Nação Zumbi) e Chiaroscuro (Pitty).

Pitty em vinil

A banda da cantora Pitty se prepara para lançar Chiaroscuro em versão LP, na próxima sexta-feira, 5, em show realizado no Circo Voador, Rio de Janeiro.

Chiaroscuro foi o primeiro vinil fabricado pela Polysom. "Eu adoro o formato, o fetiche, a nostalgia e principalmente o som. LPs são para os amantes da coisa", disse Pitty em nota à imprensa. "É pra quem se delicia com todo o processo: tirar a bolacha da capa, colocá-la no prato e vê-la girar, perceber o barulhinho da agulha quando encosta no disco, levantar pra trocar o lado e absorver frequências sonoras mais encorpadas".

Pitty - Chiaroscuro

5 de março (sexta-feira), às 20h

Circo Voador (Rua dos Arcos S/N°, Lapa, Rio de Janeiro)

Informações pelo telefone: (21) 2533-0354

Classificação: 16 anos (12 a 15 anos somente acompanhado dos pais)

Ingressos antecipados: R$ 25 para estudante e R$ 50 inteira

Ingressos no dia: R$ 30 para estudante e R$ 60 inteira