Produtor defende colaboração entre Rihanna e Chris Brown

"O que realmente importa é perdoar, e você quer acreditar nas pessoas", diz The-Dream

Rolling Stone EUA Publicado em 23/02/2012, às 13h50

Rihanna no Grammy
AP

O produtor The-Dream, responsável pelo controverso remix da música "Birthday Cake", de Rihanna (foto), disse que foi a cantora quem quis trabalhar com Chris Brown, condenado por agredi-la em 2009. "Foi ideia dela", contou ele à edição norte-americana da revista Billboard. "Nós não somente trabalhamos juntos, ela é também uma grande amiga. É tipo: 'Você quer fazer isso? Então vamos fazer'. Eu não sei como ela chegou a isso [à parceria] ou como tudo aconteceu. Talvez um dia ela possa falar a respeito."

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

"É apenas música – duas pessoas talentosas gravando juntas", disse The-Dream. "Não é sobre a agressão que ocorreu. O que realmente importa é perdoar, e você quer acreditar nas pessoas." The-Dream acha que os fãs devem apoiar a decisão de Rihanna. "Acredito que deveriam estar falando mais sobre... como dizemos ser uma nação que perdoa, e vivemos sob todas essas regras, mas não conseguimos realmente perdoar? Se você não tem o poder de perdoar, mas mente e diz que o fez, você na verdade parece mais fraco que o seu adversário. Se [Rihanna] pode perdoar, é assim que ela é. Como amigo, é tipo: 'Ok, legal. Vamos em frente'."

Além da parceria em "Birthday Cake", Rihanna também canta no remix de "Turn Up the Music", música de Chris Brown. As duas músicas foram reveladas no Twitter dos dois com poucos minutos de difereça no último dia fim de semana. Ouça abaixo: