Rage Against The Machine promove reconciliação de gerações

Banda de Zack de La Rocha fecha primeira noite do Reading Festival agradando seus órfãos e conquistando novos sedentos de protesto

Por Márcio Cruz, da Inglaterra Publicado em 23/08/2008, às 18h39 - Atualizado em 27/08/2008, às 11h39

Zack de La Rocha em frente à estrela do RATM
Divulgação

Diferentemente do show do Queens of the Stone Age, que antecedeu a apresentação do Rage Against the Machine com o sistema de som baixo e um público contido, poucos não comentavam ter assistido ao show de suas vidas depois da apresentação da banda liderada por Zack de la Rocha nesta sexta-feira, 22.

Depois do relevante intervalo em sua carreira - entre 2000 e 2007 - que dividiu os fãs entre velhos (ou "órfãos") e novos (estarrecidos com acontecimentos como o 11 de setembro, as guerras dos Afeganistão e Iraque e as violações dos direitos humanos em Guantanamo), a banda provou que segue expoente da música contemporânea.

O rock havia perdido seu melhor combatente. Mas a enorme estrela vermelha no centro do palco reforçou o retorno da banda a solo britânico - em julho, o Rage se apresentou na Escócia, no festival T in the Park.

Hipnotizados pelos riffs da guitarra justiceira de Tom Morello, o RATM comoveu os fãs e conquistou outros com um show de mais de uma hora e meia de duração e que dificilmente poderá ser batido por qualquer outra atração desta edição do Reading (o desafio fica para o Metallica, que fecha o festival neste domingo).

Quem se deixou levar pelas ondas de força dos descamisados teve mais sorte. Em pouco tempo era possível estar a menos de dois metros da garganta de Zack de La Rocha. "Killing in the Name", "Testify", "A Bullet In Your Head" e "Wake Up" eram resgatadas da memória da guerrilha do rock com força suficiente para indicar que a estrela no fundo do palco estava mais para uma referência comunista do que para a logomarca da Converse. Veja o setlist:

'Bombtrack'

'Testify'

'Bulls On Parade'

'People Of The Sun'

'Know Your Enemy'

'Bullet In Your Head'

'Born Of A Broken Man'

'Guerrilla Radio'

'Ashes In The Fall'

'Calm Like A Bomb'

'Sleep Now'

'Wake Up'

'Freedom'

'Killing In The Name'