Rapper Gucci Mane é preso por agressão

De acordo com a vítima, um soldado, o músico acertou-o com uma garrafa de champanhe

JON BLISTEIN Publicado em 28/03/2013, às 10h39 - Atualizado às 10h43

Gucci Mane
AP

Gucci Mane foi preso e acusado de agressão armada depois de supostamente acertar um soldado com uma garrafa de champanhe, no início do mês, em uma boate de Atlanta, reportou o The Atlanta Journal-Constitution.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O mandato de prisão do rapper foi emitido na semana passada, após o incidente de 16 de março. De acordo com a porta-voz da polícia Tracy Flanagan, Gucci Mane, cujo nome real é Radric Davis, entregou-se na noite de terça-feira, 26, na delegacia de Fulton County. Ela acrescentou que o rapper deveria ser levado diante do juiz na quarta-feira.

A alegada vítima – que se identificou apenas com o primeiro nome, James – disse que havia se aproximado do segurança da casa para perguntar se poderia tirar uma foto ao lado do rapper.

“Eu estava falando com o segurança, quando o Gucci Mane acertou a minha cabeça com uma garrafa”, disse o soldado. “E enquanto eu olhava para ele, chocado, um de seus amigos me acertou no lado do rosto.”

James foi levado para o hospital, onde recebeu 10 pontos e ainda foi diagnosticado com uma concussão.

Esta não é a primeira vez que Davis entra em confronto com a lei. O rapper – que irá aparecer ao lado de James Franco no filme Spring Breakers - foi preso em 2011, acusado por agressão física por ter empurrado uma mulher para fora de um carro em movimento. Ele também foi preso por violar a liberdade condicional e por direção perigosa.