Retrospectiva 2011: cinco grandes perfis nacionais

Redação Publicado em 30/12/2011, às 00h58 - Atualizado às 11h04

Rafinha Bastos: "Eu gosto de incomodar"
Victor Affaro

Dupla Face

No mundo da ficção, Deborah Secco está acostumada a interpretar mulheres marcantes, expansivas e vulgares – nada que combine com a postura reservada e a melancolia espontânea que impulsionam sua vida real. Continue lendo aqui.

A Graça de um Herege

Rafinha Bastos, o “homem mais influente do Twitter”, vivia sua melhor fase sendo agressivo, odioso e politicamente incorreto – e garantia que esse é o verdadeiro caminho da salvação. Continue lendo aqui.

Em Busca do Tempo Perdido

Aos 40 anos, Alessandra Negrini reflete sobre a passagem dos anos, celebra a nudez, revela angústias e diz que um sorriso na cara é necessário para combater a eterna fama de mulher difícil . Continue lendo aqui.

Um Homem e sua Estrada

Celebrado pela opinião pública, não levado a sério pela classe política, Eduardo Suplicy chega aos 70 anos imerso no idealismo de suas motivações solitárias. Continue lendo aqui.

Um em um Milhão

Alheio ao sucesso, CRIOLO começa a sentir os efeitos de uma carreira promissora que já extrapola o universo do rap. Continue lendo aqui.